log in
 

Crítica do filme Lady Bird

Sensibilidade e uma boa dose de esquisitice

Lu Belin

por
Lu Belin

Quarta, 07 Fevereiro 2018
Fonte da imagem: Divulgação/Universal Pictures
dp2728x90 2 f3db7
Mudar tema Padrão Noturno
Barra lateral X Desativar
Mudar fonte A+ A A-

Christine é uma adolescente diferente, cuja diversidade está presente em cada pedacinho da própria identidade - a começar pelo nome. Ela não quer ser chamada pelo nome escolhido por seus pais e decide que agora seu nome é Lady Bird.

E é aí que começa a história do longa-metragem que rendeu a Greta Gerwig indicações ao Oscar, nas categorias de Melhor Filme, Melhor Roteiro e Melhor Direção, bem como o Globo de Ouro de Melhor Filme, que venceu.

"Lady Bird - A Hora de Voar" traz Saoirse Ronan (Brooklyn) e sua cara de adolescente para interpretar a protagonista que, enquanto encara um colégio católico, vai se mostrando cada vez mais deslocada da realidade em que vive e em conflito com boa parte da família.

ladybird1 57e27

Os alvos de sua fúria teen são principalmente a mãe, Marion (Laurie Metcalf) e o irmão Miguel (Jordan Rodrigues). O único com quem ela se relaciona melhor é o pai, Larry (Tracy Letts), além, é claro, da melhor amiga inseparável, Jules (Beanie Feldstein).

Tão quente quanto a Califórnia

Repleto de ironia e sacadas cheias de um humor ácido, "Lady Bird - A Hora de Voar" é basicamente a história de uma família normal, em que ninguém é perfeito, mas todo mundo faz o que acha que é o melhor que consegue.

Porém, o recorte da história dessa família que foi escolhido pela roteirista e diretora foi justamente aquele que pode ser ao mesmo tempo o mais significativo e o mais insignificante período das nossas vidas: a adolescência.

ladybird2 5f2d1

Digam aí, algumas das memórias mais importantes que você tem não são justamente da adolescência? Não foi nessa fase que você descobriu coisas importantes sobre você, que moldaram quem você é hoje? E, ao mesmo tempo, não teve algum ponto da sua vida adulta em que você percebeu que o que considerava uma questão enorme, de peso, já parece ser do tamanho de uma formiga? Pois é, é um tempo cinzeno das nossas vidas, amigos, e ao mesmo tempo, pode ser extremamente vívido.

Orgulho e Preconceito

Se você estiver disposto, consegue facilmente enxergar "Lady Bird - A Hora de Voar" puramente como um filme sobre uma adolescente mimada. Nesse caso, vai ser difícil conseguir entender o que fez esse filme ser considerado tão bom quanto dizem. Mas, quando se cria uma conexão com alguns pontos da história, o mesmo é de uma sensibilidade impressionante.

Muito mais do que retratar uma jovem rebeldinha que tem vergonha de quem é e de onde vem, ele é capaz de escancarar a dificuldade que tantas vezes temos de nos comunicar com quem nos é mais caro, sobre o quão difícil pode ser expressar o amor que sentimos. Aquela resistência e preconceito que temos com nossas próprias origens - sejam elas a família ou nossa cidade natal.

ladybird4 e4ea7

Para as tantas e tantas pessoas que já deixaram [ou quiseram deixar] o lugar onde nasceram em busca algo a mais, é muito fácil entender o cerne da profundidade de "Lady Bird - A Hora de Voar". Aquela espécie de consciência pesada que acompanha a rejeição a quem nos trouxe a vida, o quanto isso mexe com a cabeça e, ao mesmo tempo, o quanto algumas coisas se apequenam quando colocadas em perspectiva.

Como alguém que tem uma série de dificuldades de comunicação com parte da família e que viveu esse processo de distanciamento de casa de um jeito bem intenso, criei uma identificação muito grande como filme, e acho que entendo os motivos pelos quais Greta Gerwig quis contar essa história.

Lady Bird tem um começo e tem um fim, é a história da menina-adolescente-jovem-quase adulta e seu caminho, de uma até a outra.

A barroca, a diferentona

Greta é mestra em dar vida na frente das câmeras a jovens meio esquisitas, e parece que ela conseguiu ao longo dos anos absorver toda a estranheza e originalidade de Lola, de Frances, de Maggie e de tantas mulheres que interpretou e adicionar à sua própria peculiaridade para construir Christine "Lady Bird - A Hora de Voar".

E é possível enxergar que, ao roteirizar o filme, Greta inspirou boa parte da história em sua própria trajetória. Assim como ela, a protagonista cresce em Sacramento, cidade que supostamente detesta e da qual não vê a hora de sair. Assim como Greta, ela também encontra o mundo da interpretação e da encenação.

Uma coisa muito legal é que ter esse olhar de quem viveu na cidade ajudou a diretora a colocar mais vída na película, trabalhando com iluminação natural que realça as cores e os ambientes locais, bem como reproduzindo de um jeito lelgal a época na qual a história se passa.

ladybird3 95653

E a trilha sonora escolhida tabém contribui pra carama nesse sentido, criando uma atmosfera da época e remetendo ao interior norte-americano.

Mas é claro que nada disso seria possível sem Saoirse Ronan, que dá vida a uma Lady Bird digna das premiações recebidas.
Apesar de seus quase 25 anos, ela realmente tem jeitinho de 17 e carinha de quem está com dificuldades de entender como funciona o mundo. A atriz está super bem no filme e entra com força no páreo pela estatueta do Oscar.

O elenco todo na verdade se supera. São atores em sua maioria menos conhecidos, fora do mainstream - assim com a própria Greta até bem pouco tempo atrás, o que dá todo um gostinho diferente aos personagens.

Recomendadíssimo e altamente chorável!

 

Fonte das imagens: Divulgação/Universal Pictures

Lady Bird - A Hora de Voar

Ela só quer ser a melhor versão dela mesma

Diretor: Greta Gerwig

Duração: 94 min

Estreia: 15 / Fev / 2018

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Lu Belin

Eu queria ser a Julianne Moore.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.