log in

Meryl Streep - Café com Filme

Crítica do filme Adoráveis Mulheres | Um alento em meio ao caos

No dia em que fomos ao cinema assistir "Adoráveis Mulheres", uma amiga contou que estava lendo Mulherzinhas, da autora Louisa May Alcott, o livro cuja história foi adaptada para o cinema por Greta Gerwig. Ela me adiantou que era até estranho ler algo tão leve em pleno 2020.

À medida em que fui avançando nas cenas do filme e fui me deliciando com cada minuto dessa história, entendi completamente o que minha amiga quis dizer com "leve".

A película, que abocanhou uma indicação ao Oscar de Melhor Filme, além de outras cinco categorias, tem também direção da própria Greta, e reúne um time impressionante de atrizes jovens e talentosas para dar vida à família March neste drama de época.

adoraveismulheres1 5622d

Com o pai ausente lutando na Guerra, as mulheres da família travam suas próprias batalhas vivendo sozinhas numa casa simples, mas não miserável. Laura Dern interpreta a Mrs. March, a matriarca da família, uma mulher de família rica que abriu mão da herança para se casar com um homem simples, mas a quem amava.

adoraveismulheres6 d9b24

A irmã mais velha é Meg (Emma Watson), a mais maternal das quatro, que muito cedo quer constituir família e fincar raízes, apesar do talento que tem como atriz. Josephine (Saoirse Ronan), a segunda mais velha, não aceita as exigências patriarcais da sociedade. Não é feminina, não suporta a ideia de um dia ter que se casar com alguém e não muda de ideia nem quando seu vizinho, o queridíssimo Theodore Lawrence (Timothée Chalamet), insistentemente se apaixona por ela.

adoraveismulheres3 b6043

Se Jo tem um dom reconhecido por toda a família para a escrita e vive cercada de livro, a seguinte na “linha de sucessão”, Beth (Eliza Scanlen), é a mais discreta, apaixonante e amada de todas – uma apreciação que só aumenta com seu talento para a música. Na lista de super-poderes das irmãs March, resta à caçula, a mais princesinha de todas, Amy (Florence Pugh), o dom das artes plásticas. Seu sonho é poder estudar e ganhar autonomia financeira graças à pintura.

Adicionalmente, a família ainda tem a tia March, uma senhora que vive sozinha e que eventualmente conta com a companhia das meninas para realizar alguma tarefa cotidiana, interpretada por ninguém menos que Meryl Streep – e que eu queria muito ter visto interpretada por Maggie Smith.

adoraveismulheres2 59482

A beleza banal do cotidiano

Vivemos em uma época em que tudo precisa ser intenso. Toda história, seja ela escrita, narrada ou filmada, demanda um super clímax, um plot twist, uma grande cena que sacode a vida dos personagens. Até quando? “Adoráveis Mulheres” é uma película encantadora. Tem uma bela dose de drama, outra de romance, mas traz também a calmaria em grande quantidade.

Que delícia é acompanhar o dia a dia das mulheres da família March enquanto exercitam a solidariedade, a simplicidade das brincadeiras diárias e a prática dos talentos que têm. Isso não significa que nada aconteça na história, muito pelo contrário.

adoraveismulheres4 bb588

O que muda é que o roteiro não é pesado, o que demonstra não apenas que é possível, ainda, contar uma bela história com tranquilidade, saboreando cada frame, mas também ressalta o talento de Greta Gerwig como roteirista e diretora, que fez um trabalho primiroso - um que ajuda a resgatar um pouco a reputação dela nessa função, depois de Lady Bird, que não necessariamente agradou a gregos e troianos.

Transformar uma obra literária publicada em 1868, que versa sobre o cotidiano de cinco mulheres na metade do século 19, em um filme de sucesso em 2020 não é exatamente uma tarefa fácil, e ela realiza com maestria.

adoraveismulheres5 ae2e5

A adaptação é belíssima, fiel à história do livro na maior parte do tempo, mas fazendo algumas transformações de narrativa muito bem sucedida, inserindo uma linha temporal não contínua, diferente do livro.

Temperada com as atuações impecáveis de todo o elenco, a obra da diretora também é coroada pelo figurino muito bem produzido e pelas maquiagens que ajudam a dar o tom de cada momento da história.

Se está no seu checklist de filmes para ver antes da cerimônia do Oscar, aproveite para ver “Adoráveis Mulheres” enquanto está nos cinemas, mas veja não apenas por isso. Não vá pela qualidade técnica. Não vá pela beleza das atrizes. Vá para ver um retrato de um contexto histórico, que permite olhar com calma e docilidade para mulheres que romperam paradigmas sem necessariamente promoverem grandes transformações sociais. Mulherzinhas que transformaram o mundo a partir das suas próprias realidades, com o que tinham nas mãos.

A Lavanderia | Novo trailer legendado e sinopse

Por debaixo da superfície do mundo financeiro, um grande esquema de lavagem de dinheiro envolvendo as principais figuras políticas mundiais fluía desde 1970. Em 2017, o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação publicou o maior vazamento de corrupção da história, baseado em 11,5 milhões de arquivos secretos obtidos a partir do escritório de advocacia Mossack Fonseca, no Panamá. A descoberta balança com vigor a esfera pública, causando uma crise na política internacional.

Adoráveis Mulheres (2019) | Teaser trailer legendado e sinopse

As irmãs Jo (Saoirse Ronan), Beth (Eliza Scanlen), Meg (Emma Watson) e Amy (Florence Pugh) amadurecem na virada da adolescência para a vida adulta enquanto os Estados Unidos atravessam a Guerra Civil. Com personalidades completamente diferentes, elas enfrentam os desafios de crescer unidas pelo amor que nutrem umas pelas outras.

O Retorno de Mary Poppins | Novo trailer legendado e sinopse

Londres está abalada pela Grande Depressão. Michael (Ben Whishaw) e Jane Banks (Emily Mortimer), agora adultos trabalhadores, sofrem com uma grande perda pessoal. Para ajudar seus velhos amigos Mary Poppins (Emily Blunt) desce dos céus novamente e ao lado de seu fiel amigo Jack (Lin-Manuel Miranda) ajudará as crianças Annabel (Pixie Davies), Georgie (Joel Dawson) e John (Nathanael Saleh) — que vivem com os pais na mesma casa de 24 anos atrás — a trazer otimismo, alegria e magia de volta para suas vidas.

Qual filme ganhou o Oscar 2018? Conheça os vencedores aqui!

Após um 2017 movimentado por grandes estreias, os cinéfilos de plantão estavam apenas no aguardo da grande noite do ano: o Oscar. Com um espetáculo repleto de shows (incluindo homenagens já habituais), discursos calorosos e, claro, agradecimentos sem fim, o evento parou o mundo - exceto alguns brasileiros que estavam vendo o BBB - que observa as estrelas comentando sobre suas atuações.

Como de praxe, a cerimônia foi realizada no Dolby Theatre, em Los Angeles, e transmitida em diversas emissoras ao redor do mundo neste domingo (04). Novamente, a apresentação ficou por conta do humorista Jimmy Kimmel, que apresentou as celebridades responsáveis pela entrega das estatuetas e aproveitou cada deixa para fazer suas piadas.

A surpresa da noite foi o filme "A Forma da Água", que levou os prêmios de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Design de Produção e Melhor Trilha Sonora. Outros filmes como "Três Anúncios Para um Crime" e "O Destino de Uma Nação" também apareceram com algumas estatuetas, mas certamente "Dunkirk" e "Blade Runner 2049" foram as surpresas nas categorias técnicas.

Confira os indicados e vencedores do Oscars 2018 na lista abaixo!

Melhor Filme

Vencedor Melhor Filme - Oscar 2018:

A Forma da Água

aformadaagua melhorfilme2018 c7772

Indicados Melhor Filme - Oscar 2018:

Melhor Direção

Vencedor Melhor Direção - Oscar 2018:

Guillermo del Toro - A Forma da Água

guillermodeltoro aformadaagua melhordiretor 53cfb

Indicados Melhor Direção - Oscar 2018:

Melhor Atriz

Vencedora Melhor Atriz - Oscar 2018:

Frances McDormand - Três Anúncios Para um Crime

francesmcdormand melhoratriz a75d5

Indicadas Melhor Atriz - Oscar 2018:

Melhor Ator

Vencedor Melhor Ator - Oscar 2018:

Gary Oldman - O Destino de Uma Nação

garyoldman melhorator 1eae2

Indicados Melhor Ator - Oscar 2018:

Melhor Ator Coadjuvante

Vencedor Melhor Ator Coadjuvante - Oscar 2018:

 Sam Rockwell - Três Anúncios Para um Crime

samrockwell atorcoadjuvante befe0

Indicados Melhor Ator Coadjuvante - Oscar 2018:

Melhor Atriz Coadjuvante

Vencedora Melhor Atriz Coadjuvante - Oscar 2018:

Allison Janney - Eu, Tonya

allisonjanney atrizcoadjuvante 85582

Indicadas Melhor Atriz Coadjuvante - Oscar 2018:

Melhor Roteiro Original

Vencedor Melhor Roteiro Original - Oscar 2018:

Jordan Peele - Corra!

jordanpeele roteirooriginal 6feb9

Indicados Melhor Roteiro Original - Oscar 2018:

Melhor Roteiro Adaptado

Vencedor Melhor Roteiro Adaptado - Oscar 2018:

James Ivory - Me Chame Pelo Seu Nome

mechamepeloseunome roteiroadaptado 48d3c

Indicados Melhor Roteiro Adaptado - Oscar 2018:

Melhor Animação

Vencedor Melhor Animação - Oscar 2018:

Viva - a Vida é uma Festa

viva animacao a0ece

Indicados Melhor Animação - Oscar 2018:

Melhor Documentário em Curta-Metragem

Vencedor Melhor Documentário Curta-Metragem - Oscar 2018:

Heaven is a Traffic Jam on the 405

heavenisatraffic documentariocurta f5caa

Indicados Melhor Documentário Curta-Metragem - Oscar 2018:

  • Edith+Eddie
  • Heaven is a Traffic Jam on the 405
  • Heroin(e)
  • Kayayo: The Living Shopping Baskets
  • Knife Skills
  • Traffic Stop

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Vencedor Melhor Documentário Longa-Metragem - Oscar 2018:

Icarus

icarus documentario f508f

Indicados Melhor Documentário Longa-Metragem - Oscar 2018:

Melhor Filme Estrangeiro

Vencedor Melhor Filme Estrangeiro - Oscar 2018:

Uma Mulher Fantástica (Chile)

umamulherfantastica filmeestrangeiro 24b86

Indicados Melhor Filme Estrangeiro

Melhor Curta-Metragem

Vencedor Melhor Curta-Metragem - Oscar 2018:

The Silent Child

thesilentchild curtametragem f74de

Indicados Melhor Curta-Metragem - Oscar 2018:

  • DeKalb Elementary
  • The Eleven O’Clock
  • My Nephew Emmett
  • The Silent Child
  • Watu Wote/All of Us

Melhor Curta em Animação

Vencedor Melhor Curta em Animação - Oscar 2018:

Dear Basketball - Glen Keane e Kobe Bryant

dearbasketball curtaanimacao 2631a

Indicados Melhor Curta em Animação - Oscar 2018:

  • Dear Basketball
  • Garden Party
  • Lou
  • Negative Space
  • Revolting Rhymes

Melhor Canção Original

Vencedor Melhor Canção Original - Oscar 2018:

"Remember Me" - Viva: a Vida é uma Festa

Indicados Melhor Canção Original - Oscar 2018:

Melhor Fotografia

Vencedor Melhor Fotografia - Oscar 2018:

Roger Deakins - Blade Runner 2049

rogerdeakins bladerunner2049 fotografia 97c18

Indicados Melhor Fotografia - Oscar 2018:

Melhor Figurino

Vencedor Melhor Figurino - Oscar 2018:

Mark Bridges - Trama Fantasma

markbridges figurino 33e9f

Indicados Melhor Figurino - Oscar 2018:

Melhor Maquiagem e Cabelo

Vencedor Melhor Maquiagem e Cabelo - Oscar 2018:

Katsuhiro Tsuji - O Destino de Uma Nação

katsuhirotsuji maquiagemcabelo 47846

Indicados Melhor Maquiagem e Cabelo - Oscar 2018:

Melhor Mixagem de Som

Vencedor Melhor Mixagem de Som - Oscar 2018:

Gregg Landaker, Gary A. Rizzo e Mark Weingarten - Dunkirk

dunkirk mixagemdesom 8af1a

Indicados Melhor Mixagem de Som - Oscar 2018:

Melhor Edição de Som

Vencedor Melhor Edição de Som - Oscar 2018:

Richard King and Alex Gibson - Dunkirk

richardking edicaodesom 2a5ab

Indicados Melhor Edição de Som - Oscar 2018:

Melhores Efeitos Visuais

Vencedor Melhores Efeitos Visuais - Oscar 2018:

John Nelson, Gerd Nefzer, Paul Lambert e Richard R. Hoover - Blade Runner 2049

bladerunner2049 efeitosvisuais ca499

Indicados Melhores Efeitos Visuais - Oscar 2018:

Melhor Design de Produção

Vencedor Melhor Design de Produção - Oscar 2018:

Paul Denham Austerberry, Shane Vieau e Jeffrey A. Melvin - A Forma da Água

formadagua designdeproducao f8bae

Indicados Melhor Design de Produção - Oscar 2018:

Melhor Montagem

Vencedor Melhor Montagem - Oscar 2018:

Lee Smith - Dunkirk

dunkirk montagem 9f99d

Indicados Melhor Montagem - Oscar 2018:

Melhor Trilha Sonora

Vencedor Melhor Trilha Sonora - Oscar 2018:

Alexandre Desplat - A Forma da Água

Indicados Melhor Trilha Sonora - Oscar 2018:

m cafe 5407e

O que você achou dos resultados da 90ª edição do Oscars? Teve alguma surpresa ou acertou nas suas apostas? Conta pra gente nos comentários!

Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revela indicados ao Oscar 2018

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA revelou na manhã desta terça-feira, 23 de janeiro, os indicados ao Oscar 2018. Confirmando o favoritismo, A Forma da Água — do cineasta mexicano mexicano Guillermo del Toro —, é um dos favoritos da noite e recebeu um total de 13 indicações.

Esta é a 90ª edição dos prêmios Oscar e, pela segunda vez consecutiva, será comandada pelo comediante e apresentador norte-americano Jimmy Kimmel. A entrega dos prêmios acontece no dia 4 de março no Teatro Dolby, em Los Angeles.

Entre os destaques estão  a presença de Greta Gerwig, indicada a Melhor Direção por Lady Bird - É Hora de Voar, tornando-se a quinta mulher na história a concorrer na categoria. Enquanto isso, Logan é o primeiro filme de super-heróis indicado a Melhor Roteiro Adaptado. A Forma da Água lidera com 13 indicações e Dunkirk aparece em oito categorias, já Três Anúncios Para Um Crime, recebeu sete indicações.

Por falar em Três Anúncios Para Um Crime, o filme concorre com dois atores na categoria ator coadjuvante: Woody Harrelson e Sam Rockwell — que desponta como favorito.

Confira a lista completa de indicados:

Melhor Filme

Melhor Direção

Melhor Atriz

Melhor Ator

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Atriz Coadjuvante

Melhor Roteiro Original

Melhor Roteiro Adaptado

Melhor Animação

Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • Edith+Eddie
  • Heaven is a Traffic Jam on the 405
  • Heroin(e)
  • Kayayo: The Living Shopping Baskets
  • Knife Skills
  • Traffic Stop

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Melhor Filme Estrangeiro

Melhor Curta-Metragem

  • DeKalb Elementary
  • The Eleven O’Clock
  • My Nephew Emmett
  • The Silent Child
  • Watu Wote/All of Us

Melhor Curta em Animação

  • Dear Basketball
  • Garden Party
  • Lou
  • Negative Space
  • Revolting Rhymes

Melhor Canção Original

Melhor Fotografia

Melhor Figurino

Melhor Maquiagem e Cabelo

Melhor Mixagem de Som

Melhor Edição de Som

Melhores Efeitos Visuais

Melhor Design de Produção

Melhor Montagem

Melhor Trilha Sonora

Crítica do filme The Post: A Guerra Secreta | Como é bonito o jornalismo!

Depois do sucesso de "Spotlight: Segredos Revelados", o universo dos cinemas nos presenteia agora com mais um belo retrato de um tipo de jornalismo que já está quase extinto: aquele que coloca a notícia acima do dinheiro e das relações pessoais. "The Post: A Guerra Secreta" estreia nos cinemas brasileiros com a missão de contar um fato vivido pelo jornal local The Washington Post durante a Guerra do Vietnã.

No recorte temporal retratado no filme, temos o editor Ben Bradlee (Tom Hanks) com uma pulga atrás da orelha sobre o que anda fazendo um dos repórteres do New York Times - seu concorrente indireto.

Na outra ponta da mesa, temos sua chefe, a presidente do The Post, Kay Graham (Meryl Streep ), uma herdeira que cresceu entre os magnatas de Washington e que tem os governantes dos Estados Unidos no speed dial.

thepostaguerrasecreta4 c9eee

Acontece que durante o governo Nixon, uma bomba midiática estoura e o The Post precisa se reinventar pra não ficar sempre atrás dos outros jornais e Kay é colocada em várias sinucas de bico, enquanto se esforça para tornar o jornal uma empresa de capital aberto.

Desenterrando o jornalismo

Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que quem escreve esse texto é uma pessoa apaixonada pelo jornalismo, por sua história. Então realmente me emociona assistir a uma produção cinematográfica que ressuscita o processo histórico de construção da notícia, de investigação, de caça às fontes e à informação.

thepostaguerrasecreta3 2880c

Sentada no cinema, assistindo a "The Post: A Guerra Secreta", as letras se ligando, as palavras se encaixando, a prensa rodando, o boneco do jornal sendo transferido dos rabiscos dos editores e das frases datilografadas em máquinas de escrever aos tipos, à prensa, ao papel, tudo isso me emocionou, consegui sentir o cheiro do papel e da tinta. Que belo trabalho fez Steven Spielberg em romantizar o jornalismo.

O roteiro tenso e cheio de pequenas viradas de jogo construído por Liz Hannah e Josh Singer a partir de fatos históricos contribui muito para o belo resultado, mas é claramente a mão do diretor que faz do filme o que ele é.

História e relações de poder

Particularmente, gosto muito de filmes que retratam a segunda metade do século XIX. O fervor nas ruas, as manifestações em diferentes lugares do mundo... Acho que foi nas décadas de 50 e 60 que o mundo começou a se transformar no que é hoje, em termos de circulação da informação, então é muito legal ver o cinema contando isso - afinal, o próprio cinema é parte dessa mudança.

thepostaguerrasecreta1 89b8e

O que também começou a mudar muito nessa época foi a participação da mulher, e a questão de gênero, o lugar e papel social da mulher também passaram a ser vistos de outra forma, e "The Post: A Guerra Secreta" traz também um feminismo claramente estampado nas suas entrelinhas.

O posicionamento da personagem de Meryl Streep (claro, tinha que ser ela!), seu desabrochar a partir do papel de esposa viúva a quem cai de paraquedas a missão de comandar toda uma corporação - algo que até então cabia exclusivamente a homens - também é essencial para a história.

thepostaguerrasecreta2 83e3f

A fotografia do filme contribui com o bom retrato histórico, e a ambientação da redação, das salas repletas de repórteres, das casas dos personagens onde em parte se constroem a trama e a notícia, tudo é bem amarradinho. Não que seja difícil para um cara que nem o Spielberg, que criou ambientes incríveis em filmes de ficção científica, reproduzir uma redação de jornal.

Mas no fim das contas você nem presta muita atenção nos espaços, tamanho o brilhantismo do elenco e a tensão da trilha sonora, que mantém o espectador ansioso o tempo todo.

As seis indicações que o longa-metragem recebeu para o Globo de Ouro (Melhor Filme Dramático, Melhor Diretor, Melhor Roteiro, Melhor Atriz e Ator em Filme Dramático, Melhor Trilha Sonora Original) não foram à toa, então podemos esperar algumas indicçaões e - espero! - também algumas estatuetas no Oscar.

Filme recomendadíssimo para os amantes de jornalismo!

Critics' Choice Awards confirma favoritismo de A Forma da Água

Ocorreu ontem, dia 11 de janeiro de 2018, em Santa Monica, Califórnia, o 23º Critics' Choice Awards. A premiação organizada pela Broadcast Film Critics Association (BFCA) e a Broadcast Television Journalists Association (BTJA) — a associação de críticos de cinema de Estados Unidos e Canadá — foi apresentada por Olivia Munn (a Psylocke de X-Men: Apocalipse) e confirmou o favoritismo de A Forma da Água, que levou quatro prêmios e segue forte na "award season" que culminará na estrega dos Oscars, dia 4 de março.

O longa de Guillermo del Toro venceu em quatro categorias. Frances McDormand (Três Anúncios Para um Crime) e Gary Oldman (O Destino de uma Nação) também foram agraciados e certamente serão indicados para o Oscar. O mesmo vale para Sam Rockwell (Três Anúncios Para um Crime) e Allison Janney (Eu, Tonya).

A premiação também homenageou Gal Gadot com o #SeeHer Award, que escolhe mulheres de destaque na indústria. A diretora Patty Jenkins, que trabalhou com Gadot em Mulher Maravilha fez um discurso empoderado e entregou o troféu para a atriz israelita, que é a segunda mulher a receber a honraria; ano passado a homenageada foi Viola Davis, que recebeu o prêmio das mãos de Meryl Streep.

Confira os vencedores do Critics' Choice Awards 2018:

Melhor Filme 

  • Doentes de Amor
  • Me Chame pelo Seu Nome
  • O Destino de uma Nação
  • Dunkirk
  • Projeto Flórida
  • Corra!
  • Lady Bird
  • The Post: A Guerra Secreta
  • A Forma da Água
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor Ator

  • Timothée Chalamet – Me Chame pelo Seu Nome
  • James Franco – Artista do Desastre
  • Jake Gyllenhaal – O Que te Faz Mais Forte
  • Tom Hanks – The Post: A Guerra Secreta
  • Daniel Kaluuya – Corra!
  • Daniel Day-Lewis – Trama Fantasma
  • Gary Oldman – O Destino de uma Nação

Melhor Atriz

Melhor Ator Coadjuvante

  • Willem Dafoe – Projeto Flórida
  • Armie Hammer – Me Chame pelo Seu Nome
  • Richard Jenkins – A Forma da Água
  • Sam Rockwell – Três Anúncios Para um Crime
  • Patrick Stewart – Logan
  • Michael Stuhlbarg – Me Chame pelo Seu Nome

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Mary J. Blige – Mudbound
  • Hong Chau – Pequena Grande Vida
  • Tiffany Haddish – Viagem das Garotas
  • Holly Hunter – Doentes de Amor
  • Allison Janney – Eu, Tonya
  • Laurie Metcalf – Lady Bird
  • Octavia Spencer – A Forma da Água

Melhor Ator ou Atriz Jovem

Melhor Elenco

Melhor Diretor

  • Guillermo del Toro – A Forma da Água
  • Greta Gerwig – Lady Bird
  • Martin McDonagh – Três Anúncios Para um Crime
  • Christopher Nolan – Dunkirk
  • Luca Guadagnino – Me Chame pelo Seu Nome
  • Jordan Peele – Corra!
  • Steven Spielberg – The Post: A Guerra Secreta

Melhor Roteiro Original

  • Guillermo del Toro and Vanessa Taylor – A Forma da Água
  • Greta Gerwig – Lady Bird
  • Emily V. Gordon and Kumail Nanjiani – Doentes de Amor
  • Liz Hannah and Josh Singer – The Post: A Guerra Secreta
  • Martin McDonagh – Três Anúncios Para um Crime
  • Jordan Peele – Corra!

Melhor Roteiro Adaptado

  • James Ivory – Me Chame pelo Seu Nome
  • Scott Neustadter and Michael H. Weber – Artista do Desastre
  • Dee Rees and Virgil Williams – Mudbound
  • Aaron Sorkin – A Grande Jogada
  • Jack Thorne, Steve Conrad, Stephen Chbosky – Extraordinário

Melhor Fotografia

  • Roger Deakins – Blade Runner 2049
  • Hoyte van Hoytema – Dunkirk
  • Dan Laustsen – A Forma da Água
  • Rachel Morrison – Mudbound
  • Sayombhu Mukdeeprom – Me Chame pelo Seu Nome

Melhor Design de Produção (cenários)

Melhor Edição

Melhor Figurino

  • Renée April – Blade Runner 2049
  • Mark Bridges – Trama Fantasma
  • Jacqueline Durran – A Bela e a Fera
  • Lindy Hemming – Mulher Maravilha
  • Luis Sequeira – A Forma da Água

Melhor Maquiagem

Melhores Efeitos Visuais

Melhor de Animação

Melhor Longa de Ação

  • Em Ritmo de Fuga
  • Logan
  • Thor: Ragnarok
  • Planeta dos Macacos: A Guerra
  • Mulher Maravilha

Melhor Filme de Comédia

  • Doentes de Amor
  • Artista do Desastre
  • Viagem das Garotas
  • Eu, Tonya
  • Lady Bird

Melhor Ator em Filme de Comédia

  • Steve Carell – A Guerra dos Sexos
  • James Franco – Artista do Desastre
  • Chris Hemsworth – Thor: Ragnarok
  • Kumail Nanjiani – Doentes de Amor
  • Adam Sandler – Os Meyerowitz: Família Não Se Escolhe

Melhor Atriz em Filme de Comédia

  • Tiffany Haddish – Viagem das Garotas
  • Zoe Kazan – Doentes de Amor
  • Margot Robbie – Eu, Tonya
  • Saoirse Ronan – Lady Bird
  • Emma Stone – A Guerra dos Sexos

Melhor Filme de Terror ou Ficção-Científica

  • Blade Runner 2049
  • Corra!
  • It: A Coisa
  • A Forma da Água

Melhor Filme Estrangeiro

  • 120 Batimentos por Minuto
  • Uma Mulher Fantástica
  • First They Killed My Father
  • Em Pedaços
  • The Square
  • Thelma

Melhor Canção

Melhor Trilha-Sonora

  • Alexandre Desplat – A Forma da Água
  • Jonny Greenwood – Trama Fantasma
  • Dario Marianelli – O Destino de uma Nação
  • Benjamin Wallfisch e Hans Zimmer – Blade Runner 2049
  • John Williams – The Post: A Guerra Secreta
  • Hans Zimmer – Dunkirk

Veja quem foram os vencedores do Globo de Ouro 2018

Com uma cerimônia marcada pelas manifestações a favor da igualdade de gênero e raça, presentes em desde os discursos até os looks no tapete vermelho, o 75º Globo de Ouro aconteceu neste domingo, dia 08 de janeiro de 2017. A começar pelo host Seth Meyers, que acertou nos cutucões mencionando de Harvey Weinstein a Kevin Spacey, o evento foi cheio de mensagens a favor da sororidade, contra os abusos, contra a desigualdade.

E assim as premiações em si quase ficaram como coadjuvantes! As estrelas da noite foram os filmes "Três Anúncios Para Um Crime", "Lady Bird - É hora de voar" e "A Forma da Água" que levaram mais do que um Globo de Ouro cada, enquanto "Dunkirk" e "The Post - A Guerra Secreta" ficaram para escanteio. Já com relação às produções para TV, brilharam "Big Little Lies", "The Handmaid's Tale" e "The Marvolous Mrs. Maisel".

Oprah Winfrey, por sua vez, foi a homenageada da noite, fazendo um discurso direto e inspirador sobre os temas que vêm sendo discutidos no universo do cinema e da televisão. "Este ano, nós nos tornamos a história. Mas não é a história das mulheres no cinema, é uma história que transcende tudo isso. São as mulheres que trabalham como empregadas domésticas, que trabalham nas fazendas, nas fábricas", disse ela, que finalizou seu discurso fazendo menção à campanha Time's Up, que pede o fim dos abusos contra as mulheres.

Veja a lista completa de indicados e respectivos vencedores!

Melhor Filme Dramático

m cafe 5407e Três Anúncios Para Um Crime

trêsanunciosparaumcrime3 996d6

Me Chame pelo seu Nome

Dunkirk

The Post - A Guerra Secreta

A Forma da Água

Melhor Filme Cômico ou Musical

m cafe 5407e Lady Bird - É hora de voar

ladybird1 86d9e

Eu, Tonya

Artista do Desastre

Corra

O Rei do Show

Melhor Diretor

m cafe 5407e Guillermo del Toro - A Forma da Água

aformadaagua2 830de

Martin McDonagh - Três Anúncios Para Um Crime

Christopher Nolan - Dunkirk

Ridley Scott - Todo o Dinheiro do Mundo

Steven Spielberg - The Post - A Guerra Secreta

Melhor Roteiro

m cafe 5407e Martin McDonagh - Três Anúncios Para Um Crime

trêsanunciosparaumcrime1 c2241

Liz Hannah, Josh Singer - The Post - A Guerra Secreta

Aaron Sorkin - A Grande Jogada

Guillermo del Toro, Vanessa Taylor - A Forma da Água

Greta Gerwig - Lady Bird - É hora de voar

Melhor Atriz em Filme Dramático

m cafe 5407e Frances McDormand - Três Anúncios Para Um Crime

trêsanunciosparaumcrime3 996d6

Sally Hawkins - A Forma da Água

Meryl Streep -  The Post - A Guerra Secreta

Michelle Williams - Todo o Dinheiro do Mundo

Jessica Chastain - A Grande Jogada

Melhor Ator em Filme Dramático

m cafe 5407e Gary Oldman - O Destino de Uma Nação

odestinodeumanação 879a8

Timothée Chalamet - Me Chame pelo seu Nome

Daniel Day-Lewis - A Ameaça Fantasma

Tom Hanks - The Post - A Guerra Secreta

Denzel Washington - Roman J. Israel, Esq.

Melhor Série Dramática

m cafe 5407e The Handmaid's Tale

HandmaidsTale1 473bd

The Crown

Game of Thrones

Stranger Things

This Is Us

Melhor Série de Comédia ou Musical

m cafe 5407e The Marvelous Mrs. Maisel

themarvolousmrsmaisel 01895

Black-ish

Master of None

SMILF

Will & Grace

Melhor Canção Original

m cafe 5407e This Is Me - O Rei do Show

oreidoshow 6d845

Mighty River - Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi

Remember Me - Viva - A Vida é uma Festa

The Star - The Star

Home - O Touro Ferdinando

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical

m cafe 5407e Saoirse Ronan - Lady Bird - É hora de voar

ladybird2 376c0

Judi Dench - Victoria & Abdul

Helen Mirren - The Leisure Seeker

Margot Robbie - Eu, Tonya

Emma Stone - A Guerra dos Sexos

Melhor Ator Coadjuvante em Cinema

m cafe 5407e Sam Rockwell - Três Anúncios Para Um Crime

trêsanunciosparaumcrime2 2 fc210

Willem Dafoe - The Florida Project

Armie Hammer - Me Chame pelo seu Nome

Richard Jenkins - A Forma da Água

Christopher Plummer - Todo o Dinheiro do Mundo

Melhor Atriz Coadjuvante em Cinema

m cafe 5407e Allison Janney - Eu, Tonya

EuTony1 99132

Mary J. Blige - Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi

Hong Chau - Pequena Grande Vida

Laurie Metcalf - Lady Bird - É hora de voar

Octavia Spencer - A Forma da Água

Melhor Trilha Sonora Original

m cafe 5407e Alexandre Desplat - A Forma da Água

aformadaagua1 eb025

Carter Burwell - Três Anúncios Para Um Crime

Jonny Greenwood - Ameaça Fantasma

John Williams -  The Post - A Guerra Secreta

Hans Zimmer - Dunkirk

Melhor Ator em Comédia ou Musical para o Cinema

m cafe 5407e James Franco - Artista do Desastre

ArtistadoDesastre f192d

Daniel Kaluuya - Corra

Steve Carell - A Guerra dos Sexos

Ansel Elgort - Em Ritmo de Fuga

Hugh Jackman - O Rei do Show

Melhor Filme Estrangeiro

m cafe 5407e Em Pedaços - França, Alemanha

empedacos a2fa2

Loveless - Rússia

The Square - A Arte Da Discórdia - Suécia, Alemanhã, França

Uma Mulher Fantástica - Chile

First They Killed My Father - Camboja

Melhor Atriz em Série Dramática

m cafe 5407e Elisabeth Moss - The Handmaid's Tale

HandmaidsTale2 221aa

Caitriona Balfe - Outlander

Claire Foy - The Crown

Maggie Gyllenhaal - The Deuce

Katherine Langford - 13 Reasons Why

Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical

m cafe 5407e Rachel Brosnahan - The Marvelous Mrs. Maisel

themarvolousmrsmaisel2 ef7d8

Alison Brie - Glow

Issa Rae - Insecure

Frankie Shaw - SMILF

Pamela Adlon - Better Things

Melhor Ator em Série de Comédia ou Musical

m cafe 5407e Aziz Ansari - Master of None

Anthony Anderson - Black-ish

Kevin Bacon - I Love Dick

William H. Macy - Shameless

Eric McCormack - Will & Grace

Melhor Filme de Animação

m cafe 5407e Viva - A Vida é uma Festa

viva 0ff76

O Poderoso Chefinho

The Breadwinner

O Touro Ferdinando

Com Amor, Van Gogh

Melhor Ator em Série Dramática

m cafe 5407e Sterling K. Brown - This Is Us

Jason Bateman - Ozark

Freddie Highmore - The Good Doctor

Bob Odenkirk - Better Call Saul

Liev Schreiber - Ray Donovan

Melhor Minissérie ou Filme Feito para TV

m cafe 5407e Big Little Lies

biglittleslies4 4e40d

Fargo (TV show)

Feud: Bette And Joan

The Sinner

Top of The Lake: China Girl

Melhor Ator em Minissérie ou Filme para TV

m cafe 5407e Alexander Skarsgård - Big Little Lies

biglittleslies2 906aa

Christian Slater - Mr. Robot

David Thewlis - Fargo (TV show)

David Harbour - Stranger Things

Alfred Molina - Feud: Bette And Joan

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para TV

m cafe 5407e Nicole Kidman - Big Little Lies

biglittleslies1 7b16e

Jessica Biel - The Sinner

Jessica Lange - Feude: Bette and Joan

Susan Lange - Feude: Bette and Joan

Reese Whiterspoon - Big Little Lies

Melhor Ator em Minissérie ou Filme para TV

m cafe 5407e Ewan McGregor - Fargo

Robert De Niro - The Wizard of Lies

Jude Law - The Young Pope

Kyle MacLachlan - Twin Peaks

Geoffrey Rush - Genius

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Filme para TV

m cafe 5407e Laura Dern - Big Little Lies

biglittleslies3 70395

Ann Dowd - The Handmaid's Tale

Chrissy Metz - This Is Us

Michelle Pfeiffer - The Wizard of Lies

Shailene Woodley - Big Little Lies

Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo! | Novo trailer legendado e sinopse

Nos anos 70, a jovem Donna (Lily James) viveu muitas aventuras com seu grupo musical "Donna & The Dynamo", em parceria com suas amigas Tanya (Jessuca Keenan Wynn) e Rosie (Alexa Davies). Porém, mais do que isso, Donna se apaixonou e viveu relacionamentos intensos com três homens diferentes: Harry (Hugh Skinner), Sam (Jeremy Irvine) e Bill (Josh Dylan).