log in
 

Crítica do filme A Bela e A Fera

Um belíssimo conto infantil

Lu Belin

por
Lu Belin

Segunda, 01 de Maio de 2017
Fonte da imagem: Divulgação/Walt Disney Pictures
PG 728x90px 01924
Mudar tema Padrão Noturno
Barra lateral X Desativar
Mudar fonte A+ A A-

Quem não conhece a história da bonita, curiosa e peculiar Bela, a jovem camponesa que vive em um povoado francês ao lado do pai, Maurice, até que um dia tudo muda e ela se vê cativa de uma Fera assustadora?

Nesta mais recente releitura de "A Bela e a Fera", dirigida por Bill Condon, uma das mais amadas princesas Disney, Bela, é vivida pela queridíssima atriz Emma Watson (a eterna Hermione Granger).

Um dos filmes mais esperados dos últimos anos, a live action foi um verdadeiro estouro das bilheterias - que, até a metade do mês de abril, já tinha arrecadado US$ 1 bilhão. E não é para menos, já que se trata de uma produção linda e cheia de nostalgia.

abelaeafera2 66a68

Quer saber o que esperar desse longa? Vem comigo descobrir um pouco mais sobre cada aspecto dessa história que embalou a infância de tantas crianças em todo o mundo.

Magia e encanto

O grande chamariz desta refilmagem de "A Bela e a Fera" é a presença de Emma Watson como Bela. A atriz fez todo o marketing do longa e os fãs da Hermione foram à loucura vendo ~sua ídola~ novamente interpretando uma amante incondicional de livros. E ela faz muito bem o papel, mas parece que a personagem de mocinha inocente/ princesinha indefesa confinada no castelo não combina muito bem com ela.

abelaeafera1 61e76

É claro que ela não está de fato enclausurada, que uma das características dela é justamente se rebelar contra seu cativeiro, mas ainda assim em alguns momentos ela parece deslocada na história.

Além dela, a produção conta ainda com nomes super reconhecidos interpretando personagens secundários. Dan Stevens no lugar de Fera e Luke Evans no papel do valentão bad boy Gastão, além de Stanley Tucci, Ewan McGregor, Ian McKellen, Emma Thompson, Audra McDonald e Gugu Mbatha-Raw que fazem as vezes de objetos animados.

As narrações e dublagens estão sensacionais - vi na versão legendada e a sintonia entre os dubladores originais e os personagens é muito boa!

abelaeafera5 14205

Além disso, aspectos como a trilha sonora e a fotografia são excelentes. As locações de filmagens impressionam, seja dentro ou fora do castelo da fera, seja na floresta ou mesmo na casinha simples da bela.

E quando à música, bem, é um filme da Disney, né? Pode incomodar a algumas pessoas o fato de ser um musical e o longa traz várias canções longas demais e bem desnecessárias, mas tem gente que curte, não é mesmo?

Uma pira psicodélica

Se há uma capacidade inegável dos filmes da Disney, é a de pegar qualquer roteiro possível e transformar em um universo mágico e encantador. Fazer isso com contos de fadas e histórias de princesas, então, é mamão com açúcar para eles.

abelaeafera7 f3c50

E, apesar de a gente achar que esse tipo de história está ficando pra trás e que as novas gerações não vão achar nada demais em uma princesa que é aprisionada por um príncipe amargurado que, por sua vez, também está aprisionado em um corpo que não é seu... bem, o primeiro bilhão de bilheteria nos mostra que não é bem assim.

O fato é que, a cada refilmagem, a Disney se supera no que diz respeito à qualidade das imagens e à maravilhosidade dos efeitos. E este é o grande e principal ponto positivo desta versão da história.

Esqueça a Bela, esqueça, a Fera, e concentre nos objetos animados. Em um belíssimo e minucioso trabalho, atento aos detalhes e cheio de cuidado com cada peça, cada cantinho e cada objeto, os produtores do filme criam versões aprimoradas de Ms. Potts., Chip, Cogsworth e Lumière que roubam completamente a cena.

abelaeafera6 95922

Alegres, criativos e cheios de movimentos e expressões, estes personagens secundários são o alívio cômico e dão o tom do humor para a produção - e são os responsáveis por tornar a obra divertida também para os adultos, já que a história em si e as piadas feitas pelos personagens humanos em boa parte são menos engraçadas e mais "bobinhas".

Diversidade

A versatilidade e possibilidade de circular entre diferentes tipos de público é outra característica importante de "A Bela e a Fera", que se esforça para fazer com que as quase duas horas na cadeira do cinema não sejam um fardo para os adultos que se dispõem a ver o filme.

Para isso, utiliza alguns recursos mais maduros como, por exemplo, dar algumas pistas que nos deixam curiosos sobre alguns personagens, além de aumentar o tempo de fala entre os personagens - e reduzir um pouco a quantidade de músicas.

abelaeafera3 1b379

O fato é que não é um filme para qualquer público, apesar de ser bastante abrangente. Ele atende muito bem aquelas pessoas que vão ao cinema em busca de alimentar a nostalgia, já que é uma releitura muito bonita de um clássico. Por isso, é também é uma excelente escolha para crianças e adolescentes o conhecerem.

No fim das contas, por ser mesmo uma história infantil e por trazer belas lições de tolerância e amor ao próximo, independente de quem seja ele, é um filme infantil, mas para a família inteira e que vale a pena conferir!

Fonte das imagens: Divulgação/Walt Disney Pictures

A Bela e a Fera (2017)

A versão live action de uma das mais belas histórias de contos de fada

Diretor: Bill Condon

Duração: 129 min

Estreia: 30 / Mar / 2017

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Lu Belin

Eu queria ser a Julianne Moore.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.