log in
 

Crítica Como Sobreviver a um Ataque Zumbi

Aposte na Zoeira sem limites

por
Fábio Jordão

16 de Novembro de 2015
Fonte da imagem: Divulgação/
Mudar tema Padrão Noturno
Barra lateral X Desativar
Mudar fonte A+ A A-

Ben (Tye Sheridan), Carter (Logan Miller) e Augie (Joey Morgan) são amigos desde infância e sempre se divertiram seguindo as ordens do escoteiro-líder Rogers (David Koechner).

Só que tudo está para mudar, pois Ben e Carter não querem mais continuar no grupo dos escoteiros, por um simples motivo: festas com muitas gatas.

Eles estavam prestes a conta tudo para o amigo Augie, que adora a vida de escoteiro, só que tudo vira de cabeça pra baixo quando as pessoas começam a virar zumbis — e eles acabam tendo que bancar os heróis no meio de uma enorme confusão.

Este poderia ser o roteiro de um filme de terror, afinal, zumbis são criaturas medonhas que querem comer seu cérebro, mas se você tem bom humor e amigos escoteiros, os mortos-vivos podem parecer mais uma piada do que um perigo.

Isto é o que estes escoteiros tentam provar em “Como Sobreviver a um Ataque Zumbi”. Se deu certo? Bom, deu mais do que certo! O filme segue bem a cartilha de colocar diversão acima da racionalidade, seguindo bem a linha do que já vimos em Zumbilândia.

Ritmo de festa que balança os mortos-vivos

O roteiro deste filme pode não ser o mais genial de todos os tempos, mas a execução certamente tem ótimas ideias que garantem boas risadas. Tudo começa com uma dança pra lá de engraçada da música Black Widow, da cantora Iggy Azalea.

A cena pode parecer palhaçada (e realmente é), mas, como todas as demais situações inusitadas do filme, ela também contribui para a trama do caos apocalíptico. Neste ponto está justamente o trunfo do filme, pois ele não perde o rebolado em nenhum momento, fazendo inclusive os zumbis rebolarem — é sério e com música da Britney Spears ainda!

Toda esta festa de zumbis é bem acompanhada de músicas comerciais, que fazem muito sentido neste tipo de proposta. Os cenários escolhidos para o decorrer dos acontecimentos também ajudam a deixar o filme mais divertido, já que permitem desenvolver momentos ainda mais cômicos e bizarros.

E aproveitando essa diversidade de cenários, os gênios por trás deste filme ainda resolveram criar zumbis pra lá de impossíveis, inclusive versões felinas, inteligentes, dançantes, amigos, que andam de moto e por aí vai. Enfim, pode parecer ridículo, é ridículo, este era o objetivo e ficou engraçado.

Nunca foi tão maneiro ser escoteiro

Até agora, dá pra sacar que o filme é bem apegado na zueira, só que a história não poderia se desenvolver sem os personagens principais. Pois é, boa parte da graça está justamente na interação entre os escoteiros e os mortos-vivos. Os jovens escoteiros têm falas muito espertas e bem encaixadas com a temática, pegando alguns ganchos com temas modernos (quem nunca quis tirar uma selfie com um zumbi?).

Os três atores escolhidos caíram perfeitamente para os papéis (e isto é ótimo, considerando que eles nunca foram muito de fazer comédia). Os personagens abusam do lado mais safadinho dos adolescentes, mas isto sem precisar apelar para linguajar chulo.

ataquezumbi1 dad3a

Claro, eles têm uma bela ajuda chamada Denise (Sarah Dumont), que interpreta uma garçonete que trabalha em um clube de strip-tease. O melhor de tudo é que ela tem muito mais coragem e manja muito mais de armas do que os rapazes. Não se trata de uma personagem que vem pra quebrar estereótipos, mas a adição de uma presença feminina entre os protagonistas faz muito bem.

Talvez, a única coisa chata do filme é a previsibilidade, mas isto não deixa o filme menos engraçado. No geral, esta é uma boa comédia que vai agradar geral e deixar todo mundo com vontade de ser escoteiro, seja pelo heroísmo ou pela amizade.

Fonte das imagens: Divulgação/

Como Sobreviver a Um Ataque Zumbi

Três escoteiros, uma garçonete e piadas boas no trailer de "Como Sobreviver a Um Ataque Zumbi"

Diretor: Christopher Landon
Duração: 93 min
Estreia: 12 / Nov / 2015

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.