log in
 

Crítica do filme O Presente

Tensão e mistério do começo ao fim

Fábio Jordão

por
Fábio Jordão

Sexta, 04 Dezembro 2015
Fonte da imagem: Divulgação/
Mudar tema Padrão Noturno
Barra lateral X Desativar
Mudar fonte A+ A A-

Filmes recheados de mistério não são raridades, mas obras com suspense autêntico podem ser contadas nos dedos. O longa-metragem “O Presente” é um dos poucos que podem ser colocados em um ranking seleto de títulos como “Os Outros”.

O filme dirigido por Joel Edgerton começa acertando no título e no cartaz, que não revelam quase nada da trama. A sinopse também é um tanto vaga, deixando o espectador curioso para saber qual é o grande segredo da história.

No roteiro, acompanhamos a história de um casal que acaba de se mudar para uma nova casa na tentativa de construir uma vida em família. Eles são casados há pouco tempo e resolvem se mudar para a cidade natal de Symon (Jason Bateman), só que a rotina deles muda completamente quando eles encontram Gordo (Joel Edgerton).

Este homem pra lá de esquisito é um velho conhecido de Symon. Só que ele começa a ser um bocado inconveniente, fazendo visitas inesperadas e dando presentes indesejados. Até aqui, nada de anormal, mas parece que há mais coisa por trás dessa história, ou como dizem, tem caroço nesse angu. Qual segredo pode ter sido guardado por tantos anos e ser tão terrível?

presente 586c8

Durante a projeção, fiquei pensando qual seria a grande sacada dessa história, mas confesso que nem cheguei perto do que o filme apresenta. “O Presente” é o tipo do suspense que mexe com a plateia ao tocar em um assunto bem recorrente, principalmente pelas proporções absurdas resultantes de um simples ato.

Se você é do tipo que gosta de ler a crítica só depois de ver o filme, então já posso adiantar que este é um excelente suspense, talvez o melhor do ano. Agora, se você já viu esta obra nos cinemas, me acompanhe no decorrer dos próximos parágrafos para falarmos mais sobre os pormenores.

Trama envolvente e progressiva

A premissa de “O Presente” talvez não seja a coisa mais genial do mundo, afinal, há muitos filmes sobre casais que acabam sendo incomodados por pessoas doentias ou assassinos em série. Só que o desenvolver do roteiro é que chama a atenção neste caso, pois a adição de segredos, mentiras, verdades e dúvidas acaba colocando o espectador para ficar raciocinando a todo tempo.

É importante ressaltar aqui ainda que estamos falando de uma obra de suspense, ou seja, não há o objetivo aqui de fazer a plateia ficar com medo. Contudo, isso não quer dizer que o filme não possa apelar para algumas ideias boas para deixar o público amedrontado. É interessante como Edgerton conseguiu adicionar cenas coerentes de jump scare para fazer o coração parar na boca.

presente0 f29b8

O elenco é de alta qualidade. As atuações de Jason Bateman, Rebeca Hall e Joel Edgerton marcam a película com diálogos convincentes. É engraçado porque muitas vezes Edgerton nem parece tão assustador, mas a história e os protagonistas levam a plateia a ficar com uma má impressão do cara.

As coisas mudam constantemente de perspectiva e deixam a coisa ainda mais nebulosa. Aos poucos, a história vai se completando, mas o segredo principal é sempre mantido para o gran finale. A trilha sonora também ajuda e, mesmo em momentos que não há surpresas, os elementos sonoros distorcidos e longas sequências de instrumentos de corda produzem sons insuportáveis para causar desconforto.

Um novo gênio do suspense?

Você talvez não conheça Joel Edgerton, mas basta uma consulta rápida para descobrir que ele já participou de dezenas de filmes. O talento como ator já está mais do que comprovado, ainda mais depois da ótima performance em Aliança do Crime, mas o que esperar de um diretor novato?

Bom, não faz diferença se você espera pouco ou muito de Edgerton, porque o diretor-roteirista-produtor-ator de “O Presente” vai te surpreender de um jeito ou de outro. Ele é o antagonista da história, só que seu personagem é tão misterioso, que você vai desenvolver uma série de ideias e depois mudar de ideia – e depois mudar de ideia novamente.

presente1 e998f

O Presente” é o tipo de filme que já intriga pela execução, mas que choca ainda mais pelo roteiro caprichado. O tema abordado é de grande importância e certamente vai dar uma verdadeira lição na plateia. Sem brincadeira, ao ver este filme, dá pra ficar com a respiração ofegante e dores nas costas de tanta tensão que é desenvolvida no desenrolar da trama.

Mesmo que você não goste de suspense, certamente este filme vai deixá-lo intrigado, seja pela temática atual ou pela guinada inesperada no roteiro. Fica aqui meus votos para que possamos apreciar mais filmes como “O Presente”, porque o cinema carece mesmo de obras inteligentes e que apostem em algo inédito.

Fonte das imagens: Divulgação/

O Presente

Nem todo presente é bem-vindo! Confira o trailer do novo filme de Edgerton

Diretor: Joel Edgerton
Duração: 108 min
Estreia: 3 / Dez / 2015

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.