log in
8º Olhar de Cinema | Veja os ganhadores desta edição
Fonte da imagem: Divulgação/Divulgação/Olhar de Cinema

Enquanto a cultura passa por um momento de desvalorização, o 8º Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba ousou e apresentou a sua maior edição. Foram 131 filmes de várias partes do mundo, divididos em 10 mostras, numa semana que trouxe o cinema para Curitiba, além de incluir duas novas salas, ocupando assim o Espaço Itaú de Cinema, o Cineplex Batel e o Cine Passeio.

O júri da Mostra Competitiva, composto pela programadora brasileira Flávia Cândida, a cineasta portuguesa Rita Azevedo Gomes e crítico e curador cubano Alberto Ramos, elegeu o longa-metragem brasileiro “Diz a ela que me viu Chorar”  como o melhor filme desta edição. O filme francês “Seguir Filmando”, de Saeed Al Batal e Ghiath Ayoub, recebeu o prêmio de Contribuição Artística. O longa-metragem brasileiro “Chão”, de Camila Freitas recebeu o prêmio especial do júri e também foi escolhido como melhor filme pelo público do festival.

Na Mostra Competitiva de Curta-metragens, o vencedor do Prêmio Olhar foi “Aziza”, de Soudade Kaadan. O curta brasileiro “Sete anos em Maio”, de Affonso Uchôa recebeu uma menção honrosa.

O Olhar de Cinema também premia o melhor longa-metragem brasileiro das mostras Competitiva, Outros Olhares e Novos Olhares e o curta das mostras Competitiva e Outros Olhares. Os premiados foram o longa “Espero tua (re)volta”, de Eliza Capai e ao curta “Quebramar”, de Cris Lyra.

O mesmo júri ficou responsável pela premiação dos filmes da mostra Novos Olhares, entregue ao filme “Não Pense que eu vou Gritar”, de Frank Beauvais. Na mostra Outros Olhares, o prêmio foi para “No Salão de Jolie”, de Rosine Mbakam, enquanto “Indianara”, de Aude Chevalier-Beaumel e Marcelo Barbosa recebeu menção honrosa do júri, formado pelo cineasta André Félix, a pesquisadora e professora Patrícia Machado e o programador Raúl Camargo.

Dentre as produções locais, o júri AVEC-PR composto pelas realizadoras Laís Melo e Letícia Simões e pela professora e pesquisadora Virgínia Flores premiou o curta “Mirror Mirror on the Wall”, de Igor Urban. O curta “Essa Terra Não Vai Terminar”, de Matias Dala Stella recebeu menção honrosa.

Para a crítica, o melhor filme foi “Casa”, de Letícia Simões, que recebeu o Prêmio Abraccine. O júri era formado por Ivonete Pinto, Marcelo Müller e Barbara Demerov. Após a cerimônia de premiação foi exibido o filme de encerramento do 8º Olhar de Cinema, “Breve História do Planeta Verde”, uma coprodução Argentina, Brasil, Alemanha e Espanha, dirigida por Santiago Loza. Amanhã, o festival exibe os filmes premiados e outros títulos selecionados.

Confira a lista completa de premiados:

Prêmio AVEC-PR 

Melhor curta-metragem da mostra Mirada Paranaense;

Mirror Mirror on the Wall, de Igor Urban

Menção Honrosa;

Essa Terra não vai Terminar, de Matias Dala Stella

Prêmio da Crítica / Abraccine

Melhor longa-metragem da mostra Competitiva;

Casa, de Letícia Simões

Casa 2c873

Outros Olhares

Prêmio de Melhor Filme da mostra Outros Olhares | Longa

No Salão de Jolie, de Rosine Mbakam

No Salão de Jolie f8b4f

Menção Honrosa;

Indianara / Indianara de Aude Chevalier-Beaumel e Marcelo Barbosa

Indianara 8a3ab

Novos Olhares

Prêmio de Melhor Filme da mostra Novos Olhares;

Não Pense que eu vou Gritar, de Frank Beauvais

Melhor Filme Brasileiro | Longa

Espero tua (re)volta, de Eliza Capai

Espero tua revolta 00509

Melhor Filme Brasileiro | Curta

Quebramar, de Cris Lyra

Prêmio do Público

Chão, de Camila Freitas

chão e29b7

Competitiva

Prêmio Olhar de Melhor Filme - Curta-metragem 

Aziza, de Soudade Kaadan

Aziza 19e71

Menção Honrosa curta-metragem

Sete anos em Maio, de Affonso Uchôa

Sete anos em Maio 1cfac

Prêmio Olhar de Melhor Filme | Longa

Diz a ela que me viu Chorar, de Maíra Bühler

Prêmio de Contribuição Artística

Seguir Filmando, de Saeed Al Batal, Ghiath Ayoub

Seguir Filmando 087dc

Prêmio Especial do Júri

Chão, de Camila Freitas

chão 2 6b9db

Assuntos Festival

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Nicole Lopes

À procura do mundo invertido 

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.