log in
Chris Evans está pronto pra pendurar o escudo de Capitão América e virar diretor
Fonte da imagem: Divulgação/
ab3 728x90 data a7b0e

O Capitão América do Norte, também conhecido como Steve Rogers, já virou um ícone graças a seus dois filmes e sua presença no filme dos Vingadores. Após tantos trabalhos segurando o escudo, associamos naturalmente a imagem de Chris Evans à do Capitão, assim como é quase impossível imaginar o Homem-de-Ferro sendo outra pessoa além de Robert Downey Jr. E isso pode ser muito ruim para os atores. 

Além de todo o desconforto em vestir aquela roupa de latéx, eles precisam de ajuda até pra ir ao banheiro. E assim como a roupa, não vai ser tão fácil deixar de ser o Capitão. Evans assinou um contrato com a Marvel para pelo menos 6 filmes, incluindo "Capitão América: O Primeiro Vingador", "Os Vingadores" e "Capitão América 2 - O Soldado Invernal". Portanto ainda temos mais três filmes com o soldadinho azul, e segundo suas contas, até 2017 ainda veremos sua cara.

Mas Evans, que já tem 32 anos, não perde tempo e durante a sua merecida folga depois de "Os Vingadores" aproveitou para filmar seu primeiro longa-metragem. Com apenas 3 milhões de dólares, o filme chamado "1:30 Train" mostra a história de uma jovem mulher (Alice Eve) que perde seu trem para casa no Grand Central Terminal (um importante terminal ferroviário de Nova York). Então ela resolve passar a noite conversando com um músico de rua, que não por acaso é o próprio Chris Evans. Então é bem provável que role um romance entres os dois. O longa foi gravado em Manhattan em apenas 19 dias, e já está em processo de finalização.

chris-evans-danielle-levitt-variety

Evans diz que já faz algum tempo que ele sabe que quer ser diretor, mas nunca sobra tempo. E não nega que é possível que ele mude de ideia com o tempo. Ele afirma que "Daqui cinco anos eu posso dizer 'Merda, sinto falta de atuar'. Mas agora eu só quero ficar atrás das câmeras e fazer filmes".

Interpretar super-heróis pode ser tanto uma benção quanto uma maldição

Essa afirmação era muito aceita até pouco tempo atrás, pois ao mesmo tempo em que alguns atores desconhecidos (como Hugh Jackman, que atuou como Wolverine em 2000 no filme "X-Men"), passam a ter muito reconhecimento, isso pode restringir os papéis ao estereótipo de super-herói. Mas atualmente, com a mania Hollywoodiana de criar franquias com vários filmes, voltar a atuar com o mesmo personagem já não é problema.

Muitos atores buscam aventuras artísticas paralelas enquanto estão atuando nessas franquias, como é o caso de Daniel Radcliffe, que participou de filmes independentes enquanto "Harry Potter" não chegava ao fim. Andrew Garfield, que atuou na Broadway e, em paralelo, no "Homem-Aranha". Os grandes papéis não restringem os atores, mas dão reconhecimento suficiente para que eles possam fazer o que quiserem e ainda ter um público para aplaudi-los, além de muito dinheiro.

E esse é o caso de Chris Evans tentando ser diretor. Então colabore para os futuros filmes dele e veja "Capitão América 2 - O Soldado Invernal."

Assuntos Celebridades

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Thiago Moura

Curto as parada massa.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.