log in
 
Documentário sobre o astro do basquete Kareem Abdul-Jabbar estreia na HBO

por
Lu Belin

29 de Abril de 2016
Fonte da imagem: Divulgação/
amazonprimevideo

Faltam quatro meses para o início das Olimpíadas no Brasil e a HBO já está entrando no clima dos jogos. O canal lança na próxima segunda-feira (02), às 22h, o documentário original Kareem: Minoria de Um, produção sobre o ex-jogador recordista da NBA Kareem Abdul-Jabbar e a primeira a contar com a participação do ídolo. O conteúdo também será disponibilizado na plataforma HBO GO, após a estreia na TV.

O documentário conta a história do atleta de basquete que fez história nos times Milwaukee Bucks e Los Angeles Lakers entre os anos 1970 e 1980. Até hoje, Kareem é o maior pontuador entre todos os atletas que passaram pela maior liga de basquete do mundo: a NBA. Esse documentário é o primeiro a contar com a participação de Kareem, que narra a sua própria história de vida e os fatos que presenciou nos últimos 50 anos.

Na época em que jogava, Kareem era conhecido por ter uma relação complicada e, por vezes, hostil com os meios de comunicação. Além de contar o seu lado da história, a produção vai mostrar a complexidade e genialidade do atleta dentro e fora das quadras. 

Com 2,18 m de altura, Kareem tornou-se referência nas quadras ao atingir a inigualável marca de 38.387 pontos – superando, inclusive, o astro Michael Jordan, com 32.292 pontos. Ao longo da carreira, Jabbar conquistou seis títulos de campeonatos mundiais e detém o maior número de "MVPs" (Most Valuable Player Award, em inglês), prêmio concedido ao melhor jogador da temporada.

O filme também reúne entrevistas raras e exclusivas de celebridades, entre elas Quincy Jones, Herbie Hancock e Billy Crystal; jogadores de basquete, como Magic Johnson e James Worthy; o treinador Pat Riley; além de comentaristas esportivos e depoimentos de familiares e amigos de infância.

Kareem nasceu em Nova Iorque, no dia 16 de abril de 1947, e o seu nome original era Ferdinand Lewis Alcindor Jr. Durante sua adolescência, liderou a equipe de basquete de seu colégio por três campeonatos consecutivos. Também deixou sua marca na Universidade da Califórnia (UCLA) ao ganhar o tricampeonato universitário, incluindo a maior média de pontuação e maior número de pontos em um único jogo.

Kareem Minoria de Um

Em 1968, o jogador converteu-se ao Islã e, em 1971, adotou o nome de Kareem Abdul-Jabbar que, segundo ele, era uma forma de se conectar com suas raízes e mostrar a importância da tradição islâmica na história americana. Em 1975, ingressou no Los Angeles Lakers, onde jogaria até 1989, quando anunciou o fim de sua carreira.

Os produtores executivos de Kareem: Minoria de Um são Mike Tollin (indicado ao Oscar pelo documentário "Hank Aaron: Chasing the Dream", responsável pela série original da HBO "Arli$$" e filmes como “Coach Carter", "Radio" e "Varsity Blues”) e Rick Bernstein. A narração é de Liev Schreiber e a música de Gary Lionelli. O longa é escrito por Aaron Cohen, com a coordenação de Evan Rosenfield e a consultoria de Anna Waterhouse.

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Lu Belin

Eu queria ser a Julianne Moore.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.