log in
 
Jayme Monjardim fala sobre adaptação de “O Vendedor de Sonhos”, de Augusto Cury
Fonte da imagem: Divulgação/Warner Bros.
Mary 728x90 DATA 8130f

Responsável por adaptações de livros para o cinema como “Olga”, de Fernando Moraes, e “O Tempo e o Vento”, de Érico Veríssimo, o diretor Jayme Monjardim lança neste ano “O Vendedor de Sonhos”, que leva para as telas o best-seller homônimo de Augusto Cury. 

Em vídeo recém divulgado, Monjardim conta que desde o início teve “a sensação de que teria nas mãos um projeto incrível”. “Acho que esse é o barato desse trabalho. É a gente alimentar o ser humano de que você pode da uma virada de 180º na sua vida”, diz o diretor. 

Confira o vídeo completo!

“O Vendedor de Sonhos” traz no elenco Dan Stulbach, como Julio César, e o ator uruguaio César Troncoso, como Mestre, além de Thiago Mendonça, Kaik Pereira, Leonardo Medeiros e Mallu Valle, entre outros. O roteiro é de L.G. Bayão, com a colaboração de Augusto Cury e LG Tubaldini Jr.

O filme, que chega aos cinemas em 8 de dezembro, foi produzido por LG Tubaldini Jr e André Skaf (Filmland Internacional), em parceria com Warner Bros. Pictures e Fox International Pictures. A distribuição é da Warner Bros. Pictures e Fox Film do Brasil.

ovendedordesonhos 1 e264c

Baseado no livro de autoria do escritor Augusto Cury “O Vendedor de Sonhos”, que é o maior sucesso editorial nacional da década e já foi traduzido em mais de 60 idiomas, o filme conta a história de um renomado psicólogo que, desiludido com a vida, está prestes a cometer suicídio saltando de um prédio quando é resgatado pelas palavras e atitude do mais improvável dos seres: um mendigo, conhecido como “mestre”. 

Apresentando-se como um vendedor de sonhos, o Mestre oferece a Júlio César um dos seus mais preciosos bens - o sonho de recomeçar.

ovendedordesonhos 4 b3221

Abalado e perdido, o suicida relutantemente desiste de suas intenções e aceita o convite daquele homem intrigante para segui-lo em sua surpreendente e amorosa jornada pela cidade para levar ajuda, esclarecimento e esperança a quem precisa. 

Porém, justamente Júlio Cesar e outros seguidores do “mestre” o levam a um desafio final, onde somente a grande lição salvará a todos. É uma história sobre autoestima, valorização do ser humano e aposta na capacidade que temos de nos superar.

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Lu Belin

Eu queria ser a Julianne Moore.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.