log in
 
Natalie Portman estampa cartaz oficial de Vox Lux – O Preço Da Fama
Fonte da imagem: Divulgação/Elevation Pictures

Exibido na 75ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza, "Vox Lux - O Preço da Fama" marca o retorno da vencedora do Oscar Natalie Portman às telonas. Na pele de Celeste, uma popstar com um passado turbulento, a atriz explora uma face escura, mas brilhante, que mesmo misteriosa, ainda é atraente. Com distribuição nacional Paris Filmes eestreia agendada para 18 de abril, a produção granha seu primeiro trailer, com legendas em português.

O drama musical  revela a história de Celeste, uma popstar que deve rever sua carreira bem sucedida e improvável pouco antes de um grande show. No trailer recém-revelado, o espectador revisita a infância da artista e percorre sua trajetória de superação e preparação para alcançar o estrelato.

Ao lado de Natalie Portman estão Jude Law, Raffey Cassidy, Stacy Martin e Jennifer Ehle, numa produção escrita e dirigida por Brady Corbet. Com trilha sonora de Scott Walker e canções originais compostas pela Sia, a música “Wrapped Up”  já embala o primeiro trailer. Benjamin Millepied assina o trabalho coreográfico e reedita com Natalie Portman a mesma parceria do filme Cisne Negro (2010).

Pôster Nacional Vox Lux2 016b2

Vox Lux – O Preço da Fama

Em 1999, a adolescente Celeste (Raffey Cassidy) sobrevive a uma violenta tragédia. Depois de cantar em uma cerimônia de cremação, Celeste se transforma em uma popstar iniciante com a ajuda de sua irmã compositora (Stacy Martin) e uma gerente de talentos (Jude Law).

A ascensão meteórica de Celeste à fama e a simultânea perda de inocência se encaixa com um ataque terrorista que desestabiliza a nação, elevando a jovem a uma potência e um novo tipo de celebridade: ícone americano, divindade secular, superstar global. Em 2017, a adulta Celeste (Natalie Portman) está se recuperando depois de um incidente escandaloso que descarrilou sua carreira.

Em tour com seu sexto álbum, que traz uma coletânea de hinos sci-fi intitulado "Vox Lux ", o pop indomável de boca suja deve superar as lutas pessoais e familiares de Celeste e navegar pela maternidade, loucura e fama inabalável na Era do Terror.

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Lu Belin

Eu queria ser a Julianne Moore.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.