log in
 
“O Escândalo” recebe linha de camisetas inspirada na narrativa do filme
Fonte da imagem: Divulgação/ParisFilmesBR

A Paris Filmes em pareceria com a TSF lançaram uma linha de camisetas inspirada na narrativa do filme "O Escândalo" (Bombshell), com mensagens de empoderamento e repressão ao assédio, tema central do filme protagonizado pelas vencedoras do Oscar Charlize Theron e Nicole Kidman, além da indicada ao Oscar Margot Robbie, que está em cartaz nos cinemas, em circuito reduzido. A estreia oficial está agendada para próxima quinta-feira, 16 de janeiro.

A linha com três camisetas foi projetada para incentivar as pessoas a denunciar práticas abusivas e inadequadas que causam constrangimento, humilhação e medo. Confeccionados em branco e preto, os modelos oferecem as seguintes frases: “Vocês pensaram que eu não ia lutar contra o patriarcado hoje?”; “Se for preciso eu faço um escândalo”; e “Alguém precisa falar”.
As camisetas custam R$ 74,90 e estão disponíveis no site: www.querotsf.com.br e na loja física: Rua Domingos de Morais, 348 - Loja 18 - Vila Mariana, SP/SP. E para incentivar a compra das camisetas, os clientes receberão um par de ingressos para assistir ao filme nos cinemas.

“Bombshell” é baseada no escândalo norte-americano deflagrado em 2016, a trama aborda as graves denúncias contra o então presidente e executivo-chefe da Fox News, Roger Ailes, e suas consequências. O longa traz um olhar revelador dentro do mais poderoso e controverso império de mídia norte-americano, com a história pulsante das mulheres que afrontaram um infame homem à frente deste império.

oescandalocamisetas 52917

Para Eduardo Derrico, fundador e diretor criativo da TSF, a parceria dialoga diretamente com a vocação da empresa: “Eu sempre fiz questão de levantar bandeiras importantes para o nosso público, por meio dos nossos produtos, parcerias e eventos. A collab com a Paris Filmes veio de encontro com a nossa vontade de destacar cada vez mais a pauta do feminismo, coisa que a TSF vem fazendo desde sempre, com estampas e iniciativas que promovem as mulheres e as suas lutas”, afirma.

Dirigido por Jay Roach (de “Austin Powers”) e com roteiro de Charles Randolph (vencedor do Oscar pelo roteiro de “A Grande Aposta”), o filme reforça o mal-estar e a sucessão de situações que configuram a violência e o assédio contra as mulheres no ambiente de trabalho.

Assuntos Marketing

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Thiago Moura

Curto as parada massa.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.