log in
amazonprimevideo

"Scooby! O Filme" não vai ao cinema e chega direto no streaming por até R$ 69,90

Era só uma questão de tempo até vermos as produtoras e distribuidoras mudarem a estratégia de lançamento de seus filmes que, antes da pandemia do coronavírus, estavam programados para chegar aos cinemas.

Por ora, nem todas aderiram a estratégia, mas, esta semana, a Warner optou por lançar "Scooby! O Filme" nas plataformas de streaming — só não ficou claro se esta é uma exceção ou se deve ser uma moda daqui para frente com os demais títulos que estão aguardando a volta dos cinemas.

Agora, o que fica claro é que a Warner (e não é de se duvidar de outras gigantes do segmento) não pretende diminuir seus lucros, mesmo em épocas complicadas. Ao menos é o que se pode ver pelo valor de aluguel e compra de "Scooby! O Filme". A animação que conta a história de origem do Scooby Doo tem preço fixado em R$ 49,90 para locação e R$ 69,90 para comprao valor é o mesmo na iTunes Store e na Google Play Filmes.

scoobyofilme naitunesstore comprecoalto ce0bf

As reclamações já estão aparecendo nos comentários da Google Play e também no Twitter, sendo referentes quanto ao valor cobrado para ambas as modalidades de disponibilidade do filme. As alegações dos consumidores são de que os valores são muito superiores aos que as pessoas pagariam pela entrada convencional nos cinemas, ainda mais considerando que muitas pessoas pagam meia entrada.

Contudo, a estratégia da Warner parece ser para contornar os prejuízos decorrentes de que um único aluguel em casa pode garantir que diversas pessoas assistam ao filme — enquanto nos cinemas, o valor de múltiplas entradas provavelmente poderia superar esse valor. Já o valor de compra garante acesso vitalício para o consumidor, então seria como poder ver a animação no cinema numa semana e rever alguns dias depois.

Veja o trailer dublado de "Scooby! O Filme":

É claro que o valor vai totalmente na contramão de ofertas de streaming, que via de regra varia de R$ 14,90 a quase 20 reais para lançamentos — mas considerando filmes que estrearam previamente nos cinemas. De qualquer forma, algumas pessoas estão adquirindo suas cópias de "Scooby! O Filme" e comentando que preferem a compra, pois há um gasto extra que garante os reprises infinitos.

O que você achou desses valores? Será que essa moda pega?

Warner adia Mulher-Maravilha 1984 para 13 de agosto nos cinemas do Brasil

Mesmo com uma janela considerável até a estreia de “Mulher-Maravilha 1984” (que chegaria às telonas dia 4 de junho), em meio a pandemia do Coronavírus, a Warner Bros. Pictures optou por adiar a estreia do filme que traz Gal Gadot de volta ao papel da Diana de Themyscira.

A informação foi divulgada por Patty Jenkins, diretora do longa-metragem, que soltou um comunicado em sua conta no Twitter, sendo que a mensagem foi reforçada pela Gal Gadot que liberou o cartaz animado em sua conta no Twitter e também no Instagram.

Obviamente, as celebridades revelaram a data de estreia para os Estados Unidos (que recebe o filme no dia 14 de agosto), mas a Warner Bros. Pictures do Brasil soltou a informação oficial de que Mulher-Maravilha 1984 chega de fato no dia 13 de agosto aos cinemas do Brasil. Confira o novo cartaz oficial de Mulher-Maravilha 1984 já com a data oficial de estreia no Brasil:

mm1984cartaz agosto2020 ec74e

Aparentemente, a Warner optou por se antecipar tanto por conta das quarentenas instauradas em quase todos os países (o que pode levar ainda mais alguns meses) quanto para evitar o conflito de datas com outros filmes, que tiveram suas estreias suspensas temporariamente e devem estrear após o controle da situação do Covid-19.

E se você ainda nem sabia do filme, vale um resumo! Avançando para a década de 1980, a próxima aventura da Mulher-Maravilha nos cinemas a coloca frente a dois novos inimigos: Max Lord e Mulher-Leopardo. Com a diretora Patty Jenkins de volta ao comando e Gal Gadot no papel-título, Mulher-Maravilha 1984 é a sequência da estreia da super-heroína da DC como protagonista nas telas de cinema com o filme "Mulher-Maravilha", que em 2017 quebrou recordes e arrecadou US$ 822 milhões nas bilheterias mundiais.

Matt Reeves revela teaser de Robert Pattinson com o novo traje de Batman [vídeo]

Após tantas reviravoltas da DC Comics nos cinemas, ninguém sabe exatamente o que acontecerá com alguns personagens icônicos, como o Batman e o Superman. Até agora, só sabíamos da notícia de que teria um novo longa-metragem do Homem Morcego e que Robert Pattinson seria o homem por trás da máscara.

Todavia, num tweet inesperado, o diretor do filme, Matt Reeves (de "Planeta dos Macacos: A Guerra" e "Cloverfield: Monstro") liberou um teaser que é para ser um teste de câmera apenas, de modo que este material não deve aparecer em materiais finais do projeto.

Vale notar que o vídeo mostra alguns detalhes do uniforme do herói, incluindo o símbolo do morcego no peito em um formato um tanto inusitado. Além disso, é possível conferir parte do capuz, mas o material tem uma coloração bastante avermelhada e pouco clara, de modo que não fica evidente como será o visual final desta nova versão do personagem.

Estrelando ao lado de Pattinson teremos um time de celebridades para interpretar os personagens icônicos de Gotham, incluindo Zoë Kravitz como Selina Kyle; Paul Dano como Edward Nashton; Jeffrey Wright como James Gordon do Departamento de Polícia de Gotham City; John Turturro como Carmine Falcone; Peter Sarsgaard como o promotor de Gotham City Gil Colson; Jayme Lawson como a candidata a prefeito Bella Reál; Andy Serkis como Alfred; e Colin Farrell como Oswald Cobblepot.

A equipe criativa de Matt Reeves nos bastidores inclui:

Vale lembrar que o personagem Batman foi criado por Bob Kane e Bill Finger. Baseado nos personagens da DC, The Batman (ainda sem título oficial no Brasil) está programado para estrear nos cinemas em 24 de junho de 2021 e será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.

Critica do filme Te Peguei! | Se não aguenta brincar, não desce pro play

A Warner parece ter encontrado a nova fórmula para as “grandes comédias" contemporâneas. Com histórias simples que entregam o que prometem e apoiado na estrutura de um grande estúdio, com direito a elencos de peso e recursos técnicos antes reservados para produções de alto investimento as comédias da Warner apostam em roteiros ágeis e técnicas cinematográficas coerentes para entregar filmes que dialogam livremente com vários gêneros.

TePeguei! é a nova amostra da estrutura que já entregou pérolas como Se Beber Não Case e o recente A Noite do Jogo. Apesar de não trazer o mesmo brilho que A Noite do Jogo, a obra de Jeff Tomsic mostra os mesmos elementos que vem dando certo nas outras produções da gigante de Hollywood.

Com um elenco comandado pelo sempre energético Ed Helms, o filme uma ode à amizade (e a nostalgia infantil típica dos homens de meia-idade). Livremente inspirado na inacreditável história real de um grupo de amigos que mantém um vivo um jogo de pega-pega por mais 30 anos, Te Peguei! é ágil e principalmente, engraçado.

Mesmo com alguns deslizes no tom, que derrapa um pouco na entrega de algumas piadas, o filme é mais uma boa pedida para quem procura uma comédia que não envolva paródias preguiçosas ou escracho escatológico.

Ele não sabe brincar…

A inusitada premissa de Te Peguei! é tão absurda que só poderia ter saído da vida real. Um artigo do Wall Street Journal sobre um grupo de amigos que “brincam” de pega-pega a mais de 30 anos é o ponto de partida para o roteiro de Rob McKittrick e Mark Steilen, que acompanha o jogo que mantém vivo a amizade de cinco homens que seguiram caminhos bem diferentes desde a sua infância.

A ideia é que todo ano, durante o mês de maio, vale tudo para pegar o coleguinha. Disfarces, mentiras e armadilhas, não há limites e poucas regras (nada de pegar de volta). Hoagie (Ed Helms) é o coração do grupo, e é por ele que o espectador conhece os outros membros dessa fraternidade. Bob é um executivo bem-sucedido vivido por Jon Hamm, enquanto Chilli (Jake Johnson) é o chapadão caricato e Hannibal Buress é o neurótico -- e muito mal-aproveitado -- Fumaça.

Mas a grande estrela do grupo é Jeremy Renner, que encarna o grande campeão da brincadeira, Jerry, detentor do recorde de nunca ter sido pego. No entanto, de casamento marcado, parece que este será o seu último ano jogando, notícia que deixa seus amigos ansiosos para explorar a situação e finalmente desbancar o maioral.

Se você procura uma comédia inteligente que desafia conceitos, recheada de ironia e diálogos sarcásticos é melhor procurar em outro lugar. As analogias da brincadeira com a vida pessoal de cada um é bem óbvia, mas a simplicidade da mensagem é a forma de introduzir um pouco de drama sem deixar que isso afete as risadas.

tepeguei01 8dd03

Ninguém é “café com leite”

Não há dúvidas de que o elenco é o ponto forte do filme. Comandados por Ed Helms (Se Beber Não Case), um veterano do gênero, o grupo mistura bem carisma e talento explorando estereótipos dos próprios atores.

Jon Ham como o executivo orgulhoso é uma piada pronta de seu papel mais famoso, o misógino Don Drapper da série Mad Men. Algo ainda mais explícito no caso de Jeremy Renner, e seu “Vingador” suburbano capaz de antecipar movimentos (à la Sherlock Holmes) e de fugas acrobáticas no melhor estilo Aaron Cross (Legado Bourne).

Fica aqui também o lamento pelo talento desperdiçado de Hannibal Buress, cujo personagem “Fumaça” é mal-explorado e mais parece uma “inclusão” social. Uma pena, pois Buress é, de fato, o ator que entrega a performance mais genuína, sem cair no seu repertório básico. Sendo que o mesmo vale para o elenco feminino composto das excelentes Isla Fisher, Rashida Jones e Leslie Bibb.

A direção de Jeff Tomsic não é tão inspirada quanto a da dupla Jonathan Goldstein e John Francis Daley (A Noite do Jogo), mas entrega algumas cenas bem construídas. Perseguições dignas de filmes de ação entregam comédia física sem cair no ridículo.

O grande deslize fica por conta da aparente falta de química do grupo. Em nenhum momento o grupo realmente transparece toda a amizade que os mantém juntos a tanto tempo. Pode-se argumentar que esse aparente distanciamento é intencional e parte do desenvolvimento da trama que toca em temas como o distanciamento e maturidade. Na prática, fica difícil de acreditar em uma amizade tão verdadeira em um grupo tão dissociado.

tepeguei02 83ea3

Pique!

Te Peguei! é uma boa comédia que aproveita um modelo que a Warner parece ter refinado com muita autoridade. A comédia para adultos que não se prende a gêneros, mas sabe seus limites. Drama e humor são balanceados pela ação, com roteiros simples e diretores criativos.

O estúdio conseguiu entregar “gostosas risadas” sem cair em extremos do gênero. Se o padrão Warner de fazer comédia tem espaço para crescimento ou se já está saturado não é importante, desde que continue nos fazendo rir.

Te Peguei! não é perfeito, e certamente não é memorável, mas em um nicho tão explorado, é um filme que entrega exatamente o que você espera, algumas horas de escapismo com alguma boas risadas.

Warner Bros. confirma Joaquin Phoenix como Coringa em filme solo do vilão

O segredo menos guardado do mundo finalmente foi confirmado. Depois de todo mundo já cochichar sobre o desenvolvimento de um filme solo do Coringa, arqui-inimigo do Batman, a Warner Brothers finalmente confirmou que Joaquin Phoenix vai encarnar o Rei Palhaço do Crime.

Vários rumores já circulavam dando conta do desenvolvimento de um filme sobre a origem do vilão da DC Comics e agora, o "The Hollywood Reporter"confirmou toda a história. A Warner fechou contrato com o ator vencedor do Globo de Ouro e do Grammy, para encabeçar o elenco da produção que terá orçamento de "apenas" US$ 55 milhões e deve começar a filmar já em setembro deste ano.

Na direção temos Todd Phillips, da trilogia Se Beber, Não Case!, que além de dirigir também assina o roteiro, ao lado de Scott Silver (8 Mile - Rua das Ilusões). O filme deve inaugurar o "selo" DC Dark, que terá orçamentos mais modestos e histórias mais sombrias e autorais. 

HaHaHaHaHaHahahaHAhahahAHHAHA

De acordo com a Variety, a história mostrará a origem do vilão e será ambientada nos anos 80, apostando em um tom maduro e se distanciando do estilo típico dos filmes de heróis. Além disso, a publicação também sugere que Robert De Niro estaria sendo cotado para se juntar ao elenco.

Mulher Maravilha 1984 começa a ser filmado pela Warner Bros

Avançando para os anos 80, a próxima grande aventura da super-heroína Mulher-Maravilha traz uma nova inimiga: a Mulher-Leopardo. As filmagens da sequência de “Mulher-Maravilha”, que arrecadou US$ 822 milhões de bilheteria em todo o mundo, já começaram.

Intitulado Mulher-Maravilha 1984, o longa será dirigido novamente pela aclamada diretora Patty Jenkins, com a estrela Gal Gadot no papel principal. A Warner Bros. Pictures também divulga as primeiras imagens do longa (anexas), que mostram a atriz e o retorno de um importante personagem: Steve Trevor, interpretado por Chris Pine.

O filme também é estrelado por Kristen Wiig no papel da super-vilã Mulher-Leopardo e Pedro Pascal. Charles Roven, Deborah Snyder, Zack Snyder, Patty Jenkins, Stephen Jones e Gal Gadot produzem o filme. Rebecca Roven Oakley, Richard Suckle, Wesley Coller, Geoff Johns e Walter Hamada são os produtores executivos.

Juntando-se ao time nos bastidores estão vários membros da equipe de “Mulher-Maravilha”, incluindo o diretor de fotografia Matthew Jensen, a designer de produção indicada ao Oscar Aline Bonetto (“O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”) e a figurinista ganhadora do Oscar Lindy Hemming (“Topsy-Turvy - O Espetáculo”). Já Richard Pearson (“Vôo United 93”), indicado ao Oscar, será o editor do filme.

mulhermaravilha1984 2 ed341

A produção será filmada em Washington, D.C. e Alexandria (Virgínia), nos EUA, e também em locações no Reino Unido, Espanha e Ilhas Canárias.

Com lançamento previsto para os cinemas brasileiros em 31 de outubro de 2019, Mulher-Maravilha 1984 é baseado na personagem criada por William Moulton Marston, aparecendo nos quadrinhos publicados pela DC Entertainment. O filme será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment Company.