log in
PG 728x90px 01924

“A Vida Invisível” é o filme selecionado para representar o Brasil no Oscar 2020

Nesta semana, a Academia Brasileira de Cinema divulgou o grande escolhido para representar o Brasil nas premiações do Oscar do próximo ano. Entre doze filmes habilitados, o corpo acadêmico acabou decidindo por nomear “A Vida Invisível” como o representante brasileiro para o evento.

Vale notar que a decisão da Academia Brasileira de Cinema não significa de fato uma vaga no Oscar. A partir de agora, o sétimo longa-metragem do diretor Karim Aïnouz concorrerá com outros títulos internacionais, de modo que apenas alguns serão de fato selecionados para aparecer na premiação. O resultado será divulgado pela Academia Americana no dia 13 de janeiro de 2020.

Vale notar que “A Vida Invisível” concorria previamente com títulos aclamados em diversos festivais, incluindo “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, “Los Silencios”, de Beatriz Seigner, “Espero Tua (Re)Volta”, de Eliza Capa, e “A Voz do Silêncio”, de André Ristum — só para nomear alguns dos títulos.

avidainvisiveloscar b5858

Os especialistas que decidiram nosso representante foram: Anna Muylaert, David Schürmann, Zelito Viana, Sara Silveira, Vania Catani, Walter Carvalho, Mikael de Albuquerque, Amir Labaki e Ilda Santiago.

“A Vida Invisível” ganha visibilidade

A produção “A Vida Invisível” traz no elenco Carol Duarte, Julia Stockler, Gregorio Duvivier, Bárbara Santos, Flavia Gusmão e Fernanda Montenegro – como atriz convidada.

O filme será lançado antecipadamente nas telas do Nordeste no dia 19 de setembro, enquanto estreia nas outras regiões do país no dia 31 de outubro. O diretor dedica a indicação a todas as mulheres e às trabalhadoras e trabalhadores do audiovisual brasileiro. 

“É uma alegria incomensurável. É uma realização não só para o filme em si, mas para todas as mulheres do mundo, para os trabalhadores e trabalhadoras do audiovisual e para o país como um todo. É uma honra estar junto com outros filmes tão importantes que celebram esse momento singular do cinema brasileiro. Espero que possamos fazer jus a essa indicação e representar o Brasil na lista final da premiação”, comemora Aïnouz. 

avidainvisiveloscar2020 bdfe1

Vale mencionar que o longa-metragem tem conquistado prêmios nos principais festivais do mundo, incluindo o Grand Prix da mostra Un Certain Regard, no Festival de Cannes (algo inédito na história do cinema brasileiro), além de prêmios do público de Melhor Filme e do júri de Melhor Fotografia, no Festival de Cinema de Lima; e o CineCoPro Award, no Festival de Munique.

“Isso demonstra que a cultura cinematográfica brasileira, num momento como esse, nos credencia como artistas e cidadãos. Karim merece”, exalta Fernanda Montenegro.

Livre adaptação do romance de Martha Batalha, “A Vida Invisível” é uma produção da RT Features, de Rodrigo Teixeira, em coprodução com a alemã Pola Pandora, braço de produção da The Match Factory, além da Sony Pictures (que distribui o filme junto com a Vitrine Filmes), Canal Brasil e Naymar (infraestrutura audiovisual), e conta com o financiamento do fundo alemão Medienboard Berlin Brandenburg e do Fundo Setorial do Audiovisual/Ancine.

Oscar 2019 | Veja quem foram os grandes vencedores desta edição!

A 91ª edição do Oscar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas teve sua cerimônia neste domingo (25), em uma noite da qual saíram improváveis vitoriosos. Mais marcado do que nunca pela presença de blockbusters, o evento teve como grandes protagonistas "Bohemian Rhapsody" e "Pantera Negra", que levaram quatro e três estatuetas, respectivamente.

Derrubando favoritos que eram dados como certos, como Christian Bale, para Melhor Ator, e Glen Close, como Melhor Atriz, a cerimônia trouxe algumas surpresas em determinadas categorias, mas não tanto em outras - é o caso de "Roma" levando o prêmio de Melhor Fotografia, por exemplo. O filme de Afonso Cuarón deu ainda o título de Melhor Direção ao mesmo e levou Melhor Filme Estrangeiro.

Mas foi "Green Book" o grande vencedor da noite, como Melhor Filme e Melhor Roteiro Original, além do Ator Coadjuvante, que ficou com Mahershala Ali. Veja a seguir quais foram estes e os demais vencedores do Oscar 2019!

Melhor Filme

Vencedor Melhor Filme - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Green Book - Produzido por  Jim Burke, Charles B. Wessler, Brian Hayes Currie, Peter Farrelly e Nick Vallelonga

greenbook be500

Indicados Melhor Filme - Oscar 2019:

  • Pantera Negra - Produzido por Kevin Feige
  • Infiltrado na Klan - Produzido por Spike Lee, Sean McKittrick, Jason Blum, Raymond Mansfield e Jordan Peele
  • Bohemian Rhapsody - Produzido por  Graham King
  • A Favorita - Produzido por  Ceci Dempsey, Ed Guiney, Lee Magiday e Yorgos Lanthimos
  • Roma - Produzido por  Alfonso Cuarón e Gabriela Rodriguez
  • Nasce Uma Estrela - Produzido por Bill Gerber, Bradley Cooper e Lynette Howell Taylor
  • Vice - Produzido por Dede Gardner, Jeremy Kleiner, Adam McKay e Kevin J. Messick

Melhor Direção

Vencedor Melhor Direção - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Alfonso Cuáron (Roma)

roma3 4c26c

Indicados Melhor Direção - Oscar 2019:

  • Spike Lee (Infiltrado na Klan)
  • Pawel Pawlikowski (Guerra Fria)
  • Yorgos Lanthimos (A Favorita)
  • Adam McKay (Vice)

Melhor Atriz

Vencedora Melhor Atriz - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Olivia Colman (A Favorita)

oliviacolmanoscar 23f22

Indicadas Melhor Atriz - Oscar 2019:

  • Yalitza Aparicio (Roma)
  • Glenn Close (A Esposa)
  • Lady Gaga (Nasce Uma Estrela)
  • Melissa McCarthy (Poderia me Perdoar?)

Melhor Ator

Vencedor Melhor Ator - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Rami Malek (Bohemian Rhapsody)

ramimalekbohemianrhapsody 3e1a3

Indicados Melhor Ator - Oscar 2019:

  • Christian Bale (Vice)
  • Bradley Cooper (Nasce Uma Estrela)
  • Willem Dafoe (No Portal da Eternidade)
  • Viggo Mortensen (Green Book)

Melhor Ator Coadjuvante

Vencedor Melhor Ator Coadjuvante - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Mahershala Ali (Green Book)

mahersha

Indicados Melhor Ator Coadjuvante - Oscar 2019:

  • Adam Driver (Infiltrado na Klan)
  • Sam Elliot (Nasce uma Estrela)
  • Richard E. Grant (Poderia me Perdoar?)
  • Sam Rockwell (Vice)

Melhor Atriz Coadjuvante

Vencedora Melhor Atriz Coadjuvante - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Regina King (Se a Rua Beale Falasse)

reginaking 87f4e

Indicadas Melhor Atriz Coadjuvante - Oscar 2019:

  • Amy Adams (Vice)
  • Marina de Tavira (Roma)
  • Emma Stone (A Favorita)
  • Rachel Weisz (A Favorita)

Melhor Roteiro Original

Vencedor Melhor Roteiro Original - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Green Book (Peter Farrelly, Nick Vallelonga e Brian Currie)

roteirooriginal c8234

Indicados Melhor Roteiro Original - Oscar 2019:

  • A Favorita (Deborah Davis e Tony McNamara)
  • No Coração da Escuridão (Paul Schrader)
  • Roma (Alfonso Cuarón)
  • Vice (Adam McKay)

Melhor Roteiro Adaptado

Vencedor Melhor Roteiro Adaptado - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Infiltrado na Klan - Escrito por Spike Lee, David Rabinowitz, Charlie Wachtel e Kevin Willmott

infiltradosnaklan 6822e

Indicados Melhor Roteiro Adaptado - Oscar 2019:

  • A Balada de Buster Scruggs - Escrito por Joel Coen e Ethan Coen
  • Poderia me Perdoar? - Escrito por Nicole Holofcener e Jeff Whitty
  • Se a Rua Beale Falasse - Escrito por Barry Jenkins
  • Nasce Uma Estrela - Escrito por Bradley Cooper, Will Fetters e Eric Roth

Melhor Animação

Vencedor Melhor Animação - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Homem-Aranha no Aranhaverso (Bob Persichetti, Peter Ramsey, Rodney Rothman, Phil Lord e Christopher Miller)

spider1

Indicados Melhor Animação - Oscar 2019:

  • Os Incríveis 2 (Brad Bird, John Walker e Nicole Paradis Grindle)
  • Ilha de Cachorros (Wes Anderson, Scott Rudin, Steven Rales e Jeremy Dawson)
  • Mirai (Mamoru Hosoda e Yūichirō Saitō)
  • WiFi Ralph - Quebrando a Internet (Rich Moore, Phil Johnston e Clark Spencer)

Melhor Documentário Curta-Metragem

Vencedor Melhor Documentário Curta-Metragem - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Period. End of Sentence

period a6879

Indicados Melhor Documentário Curta-Metragem - Oscar 2019:

  • Black Sheep
  • End Game
  • Lifeboat
  • A Night at the Garden

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Vencedor Melhor Documentário Longa-Metragem - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Free Solo

freesolo 6bbd3

Indicados Melhor Documentário Longa-Metragem - Oscar 2019:

  • Hale County this Morning , This Evening
  • Minding the Gap
  • RBG
  • Of Fathers and Sons

Melhor Filme Estrangeiro

Vencedor Melhor Filme Estrangeiro - Oscar 2019:

m cafe 5407e Roma - Alfonso Cuarón (México)

roma2 8745e

Indicados Melhor Filme Estrangeiro - Oscar 2019:

  • Cafarnaum - Nadine Labaki (Líbano)
  • Guerra Fria - Paweł Pawlikowski (Polônia)
  • Nunca Deixe de Lembrar - Florian Henckel von Donnersmarck (Alemanha)
  • Assunto de Família - Hirokazu Kore-eda (Japão)

Melhor Curta-Metragem

Vencedor Melhor Curta-Metragem - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Skin

skin 3a390

Indicados Melhor Curta-Metragem - Oscar 2019:

  • Detainment
  • Fauve
  • Marguerite
  • Mother

Melhor Curta em Animação

Vencedor Melhor Curta em Animação - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Bao

https://66.media.tumblr.com/03118f48aa5fdeaf3a1b539282a29e69/tumblr_palk3eD96u1tdh1jbo1_500.gif

Indicados Melhor Curta em Animação - Oscar 2019:

  • Animal Behaviour
  • Late Afternoon
  • One Small Step
  • Weekends

Melhor Canção Original

Vencedor Melhor Canção Original - Oscar 2019:

m cafe 5407e  "Shallow" (Nasce uma Estrela) - Música e Letra de Lady Gaga, Mark Ronson, Anthony Rossomando e Andrew Wyatt

Indicados Melhor Canção Original - Oscar 2019:

  • "All The Stars" (Pantera Negra) - Música de Mark Spears, Kendrick Lamar Duckworth e Anthony Tiffith; Letra de Kendrick Lamar Duckworth, Anthony Tiffith e Solána Rowe
  • "I'll Fight" (RBG) - Música e Letra de Diane Warren
  • "The Place Where Lost Things Go" (O Retorno de Mary Poppins) - Música e Letra de Marc Shaiman e Scott Wittman
  • "When A Cowboy Trades His Spurs For Wings" (A Balada de Buster Scruggs) - Música e Letra de David Rawlings e Gillian Welch

Melhor Fotografia

Vencedor Melhor Fotografia - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Roma (Alfonso Cuarón)

Roma 23950

Indicados Melhor Fotografia - Oscar 2019:

  • Guerra Fria (Łukasz Żal)
  • Nasce Uma Estrela (Matthew Libatique)
  • A Favorita (Robbie Ryan)
  • Nunca Deixe de Lembrar (Caleh Deschanel)

Melhor Figurino

Vencedor Melhor Figurino - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Pantera Negra (Ruth E. Carter)

panteranegra dddfe

Indicados Melhor Figurino - Oscar 2019:

  • A Balada de Buster Scruggs (Mary Zophres)
  • A Favorita (Sandy Powell)
  • O Retorno de Mary Poppins (Sandy Powell)
  • Duas Rainhas (Alexandra Byrne)

Melhor Maquiagem e Cabelo

Vencedor Melhor Maquiagem e Cabelo - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Vice

vicefilme 06527

Indicados Melhor Maquiagem e Cabelo - Oscar 2019:

  • Border
  • Duas Rainhas

Melhor Mixagem de Som

Vencedor Melhor Mixagem de Som - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Bohemian Rhapsody (Paul Massey, Tim Cavagin e John Casali)

bohemianrhapsody b34b3

Indicados Melhor Mixagem de Som - Oscar 2019:

  • Pantera Negra (Steve Boeddeker, Brandon Proctor e Peter Devlin)
  • O Primeiro Homem (Jon Taylor, Frank A. Montaño, Ai-Ling Lee e Mary H. Ellis)
  • Roma (Skip Lievsay, Craig Henighan e José Antonio García)
  • Nasce Uma Estrela (Tom Ozanich, Dean Zupancic, Jason Ruder e Steve Morrow)

Melhor Edição de Som

Vencedor Melhor Edição de Som - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Bohemian Rhapsody (Nina Hartstone e John Warhust)

bohemianrhapsody2 88091

Indicados Melhor Edição de Som - Oscar 2019:

  • Pantera Negra (Benjamin A. Burtt e Steve Boeddeker)
  • O Primeiro Homem (Mildred Iatrou Morgan e Ai-Ling Lee)
  • Um Lugar Silencioso (Erik Aadahl e Ethan Van der Ryn)
  • Roma (Sergio Díaz, Skip Lievsay)

Melhores Efeitos Visuais

Vencedor Melhores Efeitos Visuais - Oscar 2019:

m cafe 5407e  O Primeiro Homem (Paul Lambert, Ian Hunter, Tristan Myles e J. D. Schwalm)

primeirohomem1

Indicados Melhores Efeitos Visuais - Oscar 2019:

  • Vingadores: Guerra Infinita (Dan DeLeeuw, Kelly Port, Russell Earl e Dan Sudick)
  • Christopher Robin (Christopher Lawrence, Michael Eames, Theo Jones e Chris Corbould)
  • Jogador Nº 1 (Roger Guyett, Grady Cofer, Matthew E. Butler e Dave Shirk)
  • Han Solo - Uma História Star Wars (Rob Bredow, Patrick Tubach, Neil Scanlan e Dominic Tuohy)

Melhor Design de Produção

Vencedor Melhor Design de Produção - Oscar 2019:

m cafe 5407e Pantera Negra (Hannah Beachler e Jay Hart)

panteranegra2 54fbb

Indicados Melhor Design de Produção - Oscar 2019:

  • A Favorita (Fiona Crombie e Alice Felton)
  • O Primeiro Homem (Nathan Crowley e Kathy Lucas)
  • O Retorno de Mary Poppins (John Myhre e Gordon Sim)
  • Roma (Eugenio Caballero e Bárbara Enríquez)

Melhor Montagem/Edição

Vencedor Melhor Montagem - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Bohemian Rhapsody (John Ottman)

bohemianrhapsody3 0b81e

Indicados Melhor Montagem - Oscar 2019:

  • Infiltrado na Klan (Barry Alexander Brown)
  • A Favorita (Yorgos Mavropsaridis)
  • Green Book (Patrick J. Don Vito)
  • Vice (Hank Corwin)

Melhor Trilha Sonora

Vencedor Melhor Trilha Sonora - Oscar 2019:

m cafe 5407e  Pantera Negra (Ludwig Göransson)

Indicados Melhor Trilha Sonora - Oscar 2019:

  • Infiltrado na Klan (Terence Blanchard)
  • Se a Rua Beale Falasse (Nicholas Britell)
  • Ilha de Cachorros (Alexandre Desplat)
  • O Retorno de Mary Poppins (Marc Shaiman)

m cafe 5407e

O que você achou dos resultados da 91ª edição do Oscars? Teve alguma surpresa ou acertou nas suas apostas? Conta pra gente nos comentários!

Critica do filme Vice | Isso é tudo “fake news” de esquerdista, talkei!

Adam McKay criou uma carreira sólida no reino das comédias idiotas. Ao lado de Will Ferrell, parceiro de SNL, a dupla entregou alguns do melhores e mais abusados títulos do gênero, incluindo O Âncora: A Lenda de Ron Burgundy, Quase Irmãos e Os Outros Caras, e é aqui que as coisas começam a ficar mais interessantes.

É muito fácil classificar a filmografia de McKay como um mero apanhado de piadas de “pinto e peido”, mas com um pouco de atenção podemos observar sua crítica social mesmo dentro da comédia mais absurda. Em Os Outros Caras — comédia de ação policial de 2010 com Will Ferrell e Mark Wahlberg — o diretor faz uma crítica ferrenha ao sistema financeiro estadunidense, mostrando que Wall Street opera no mesmo nível de criminalidade que um esquema de pirâmide à lá Charles Ponzi.

vice.01

Ainda em 2013, Adam McKay dirige O Âncora 2: Tudo Por um Furo, outra “comédia ridícula”, na qual ele desfere mais golpes contra a “indústria da notícia” e a mercantilização da informação, navegando pelas fake news. Culminando com A Grande Aposta, filme de 2015 sobre a crise financeira de 2007.

Em A Grande Aposta, McKay provou que é capaz de entregar muito mais do que piadas de gosto duvidoso. Indicado em cinco categorias no Oscar 2016, levando a estatueta de Melhor Roteiro Adaptado, o filme se camufla com um estilo de “clipe musical” — extremamente ágil e rítmico — para explicar as minúcias da intrincada estrutura financeira estadunidense que colapsou em 2007. O elenco recheado de estrelas e a estrutura dinâmica misturando drama, comédia e documentário entregam uma crítica mordaz a todos os operadores do sistema. O que finalmente nos traz até Vice.

A nova empreitada de Adam McKay acompanha a asquerosa jornada de Dick Cheney — vice-presidente dos Estados Unidos durante as administrações George W. Bush — pelos meandros de Washington. Com o mesmo estilo de A Grande Aposta, e um elenco tão qualificado quanto, Vice explora a carreira de um dos políticos mais influentes da história dos Estados Unidos para pintar um retrato caricato de quem só pode ser descrito como um amigável agente do anticristo — ou algo menos ofensivo, caso você não seja um esquerdopata propagador de mentiras.

Podres poderes

O estilo ágil de McKay é percebido já nos primeiros segundos de filme. Entramos na vida de Dick Cheney em um momento crucial, durante os ataques terroristas de 11 de setembro. Conforme seguimos a agitação dos funcionários da Casa Branca somos transportados para Wyoming de 1963, onde Cheney é um jovem trabalhador braçal, bêbado, sem perspectivas que acabara de largar a faculdade e é confrontado por sua esposa Lynne Cheney que estabelece um ultimato para que seu marido se endireite e encontre seu caminho na vida.

Com muito humor e uma linguagem extremamente acessiva, o diretor segue acompanhando a carreira de Cheney, saltando para 1969 quando trabalhou com Donald Rumsfeld, assessor econômico de Nixon, tornando-se um agente político experiente enquanto conciliava a vida em família, chegando até ao cargo de chefe de gabinete da Casa Branca para o presidente Gerald Ford, enquanto Rumsfeld se torna secretário de Defesa.

Mesmo sem nunca permitir a total empatia pelo protagonista, Adam McKay ainda consegue entregar momentos de humanidade dentro de um personagem tão moralmente lacônico. Com a saída dos republicanos da Casa Branca o político veterano resolve concorrer para o congresso, época em que sofre seu primeiro ataque cardíaco.

vice.03

Fragilizado físico e politicamente, sua esposa Lynne entra em cena para apoiar o marido, mostrando que as alianças de Cheney começam dentro do seu lar, com um relacionamento sólido com uma esposa e filhas que o apoiam incondicionalmente. Eis que Mary, a filha mais nova do casal se assume homossexual, fazendo com que o pai — por motivos altruístas ou meramente estratégicos — resolve deixar suas ambições presidenciais de lado em prol da privacidade de sua filha, cuja sexualidade certamente seria utilizada como arma política em uma eventual campanha. Neste momento temos uma pequena amostra do homem por trás do enxofre.

McKay vilifica Cheney na medida das ações do homem, mas não se esquece que até mesmo Lúcifer foi um anjo. Entretanto, esse não é o fim da história de Dick Cheney, mesmo que o diretor brinque que a escolha por proteger sua filha teria resultado em uma vida digna, saudável e feliz ao lado de toda sua família.

Tudo muda quando em 2000, o então candidato republicano George W. Bush chama Cheney para compor a sua chapa na campanha. Eis que as engrenagens maquiavélicas do veterano negociador de influencias percebe na imaturidade do jovem Bush um atalho para a presidência.

Mal encarnando

A história de Cheney é atraente por si só, mas é a performance de Christian Bale que realmente entrega o engenho ardiloso por trás de suas ações. Se a transformação física já é impressionante, é a atenção aos gestos, cacoetes e até mesmo timbre de voz que esconde a malícia do personagem. Como o próprio Bale “brincou” em seu discurso de agradecimento pela estatueta de melhor ator no Globo de Ouro, Satã foi sua maior inspiração para o papel; deixando assim bem claro o sabor diabólico de sua interpretação.

No mesmo nível infernal de qualidade, temos Steve Carell. Na pele do abrasivo Donald Rumsfeld o ator entrega mais um desempenho sólido, mostrando que a parceria com McKay é projetada exclusivamente para fazer a Lu Belin  morder a língua (brincadeira Lu)

Enquanto isso, Amy Adams se transforma em Lynne Vincent Cheney com um misto de austeridade e compaixão. Sua força na tela faz jus a verdadeira Lynne cujos princípios religiosos, políticos e familiares nem sempre se mostraram alinhados, mas que estabeleceu fundações sólidas para que seus familiares pudessem edificar suas carreiras.

vice.02

Flerte comunista da grande mídia contra o cidadão de bem

Adam McKay refinou suas habilidades e deu mais corpo ao estilo apresentado em A Grande Aposta. Algumas ideias do título anterior são incrementadas, enquanto a o diretor/roteirista ainda brinca com formatos e narrativas.

O elenco excepcional da um toque especial ao filme. O destaque maior fica para Christian Bale, um dos favoritos ao Oscar 2019, mas não podemos deixar de mencionar o trabalho Amy Adams e Steve Carell, ambos entregam atuações sólidas.

Vice é um ótimo filme, seja por aspectos técnicos ou artísticos. A direção é inventiva e bem estruturada, enquanto o roteiro é suficientemente inteligente para ser didático sem ser enfadonho. A condução é ágil, e repleta de humor, sendo que os textos, diálogos e a composição do filme estão todos muito bem amarrados. 

A imagem demoníaca do ex-vice-presidente é um olhar liberal dos feitos de um republicano conservador, mesmo que não traga inverdades

Para além da película, McKay nunca precisou dizer abertamente seu posicionamento político, pois sempre ficou evidente sua inclinação liberal. Em outras palavras, se a sua visão política do mundo não está alinhada com a do diretor, certamente ficará enraivecido com todo o “mimimi” canhoteiro que permeia a narrativa. Dito isso, a visão da vida de Dick Cheney apresentada por McKay pode até conter um exagero ou outro, mas no final não traz nenhuma grande inverdade.

Confira os indicados ao Oscar 2019

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou os indicados a 91ª edição do Oscar 2019. A premiação acontece no dia 24 de fevereiro, em uma cerimônia que não contará com um apresentador principal. O comediante Kevin Hart era o indicado, mas após polêmicas envolvendo seu nome ele recusou apresentar o evento. A Academia optou por convidar nomes de peso para apresentar seguimentos separados, formato que não é utilizado há 30 anos na premiação.

A Favorita e Roma foram indicados em 10 categorias, Pantera Negra se destaca com 7 indicações, incluindo Melhor Filme — um marco para quem curte filmes de heróis e uma pedra no sapato para os mais tradicionalistas.

Veja a lista completa dos indicados a seguir e clique para acessar a ficha completa dos filmes:

Melhor Atriz Coadjuvante

Melhor Figurino

Melhor Mixagem de Som

  • Pantera Negra (Steve Boeddeker, Brandon Proctor e Peter Devlin)
  • Bohemian Rhapsody (Paul Massey, Tim Cavagin e John Casali)
  • O Primeiro Homem (Jon Taylor, Frank A. Montaño, Ai-Ling Lee e Mary H. Ellis)
  • Roma (Skip Lievsay, Craig Henighan e José Antonio García)
  • Nasce Uma Estrela (Tom Ozanich, Dean Zupancic, Jason Ruder e Steve Morrow)

Melhor Edição de Som

Melhor Curta de Animação

  • Animal Behaviour
  • Bao
  • Late Afternoon
  • One Small Step
  • Weekends
bao 5697c

Melhor Curta-Metragem

  • Detainment
  • Fauve
  • Marguerite
  • Mother
  • Skin

Melhor Trilha Sonora Original

Melhor Montagem

infiltradonakkk e61e7

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Filme Estrangeiro

cafarnaum 3054a

Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • Black Sheep
  • End Game
  • Lifeboat
  • A Night at the Garden
  • Period. End of Sentence

Melhor Documentário em Longa-Metragem

  • Free Solo
  • Hale County this Morning , This Evening
  • Minding the Gap
  • RBG
  • Of Fathers and Sons

Melhor Design de Produção

roma b7f0d

Melhor Fotografia

Melhores Efeitos Visuais

Melhor Animação

Melhor Maquiagem e Cabelo

Melhor Canção Original

  • "All The Stars" (Pantera Negra) - Música de Mark Spears, Kendrick Lamar Duckworth e Anthony Tiffith; Letra de Kendrick Lamar Duckworth, Anthony Tiffith e Solána Rowe
  • "I'll Fight" (RBG) - Música e Letra de Diane Warren
  • "Shallow" (Nasce uma Estrela) - Música e Letra de Lady Gaga, Mark Ronson, Anthony Rossomando e Andrew Wyatt
  • "The Place Where Lost Things Go" (O Retorno de Mary Poppins) - Música e Letra de Marc Shaiman e Scott Wittman
  • "When A Cowboy Trades His Spurs For Wings" (A Balada de Buster Scruggs) - Música e Letra de David Rawlings e Gillian Welch

Melhor Roteiro Adaptado

Melhor Roteiro Original

Melhor Ator

Melhor Atriz

Melhor Direção

Melhor Filme

  • Pantera Negra - Produzido por Kevin Feige
  • Infiltrado na Klan - Produzido por Spike Lee, Sean McKittrick, Jason Blum, Raymond Mansfield e Jordan Peele
  • Bohemian Rhapsody - Produzido por  Graham King
  • A Favorita - Produzido por  Ceci Dempsey, Ed Guiney, Lee Magiday e Yorgos Lanthimos
  • Green Book - Produzido por  Jim Burke, Charles B. Wessler, Brian Hayes Currie, Peter Farrelly e Nick Vallelonga
  • Roma - Produzido por  Alfonso Cuarón e Gabriela Rodriguez
  • Nasce Uma Estrela - Produzido por Bill Gerber, Bradley Cooper e Lynette Howell Taylor
  • Vice - Produzido por Dede Gardner, Jeremy Kleiner, Adam McKay e Kevin J. Messick
favorita df4a9

Filme brasileiro “O Grande Circo Místico” é selecionado para o Oscar

Lucy Barreto, Presidente da Comissão Especial de Seleção, acaba de anunciar que “O Grande Circo Místico”, longa-metragem de Cacá Diegues e distribuído pela H2O Filmes, é o escolhido para concorrer a uma vaga entre os cinco indicados ao prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira do Oscar 2019.

O comunicado aconteceu após uma reunião da Comissão Especial de Seleção, formada por membros indicados pela Academia Brasileira de Cinema: Lucy Barreto (presidente), Bárbara Paz, Flavio Ramos Tambellini, Jeferson De, Hsu Chien Hsin, Katia Adler e Claudia Da Natividade (efetivos). Estavam presentes também Frederico Maia Mascarenhas, Secretário do Audiovisual, e Jorge Peregrino, Presidente da Academia Brasileira de Cinema.

Vale lembrar que esta notícia não significa que o filme vai, de fato, estar entre os concorrentes na famosa premiação de filmes. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (The Academy) vai anunciar a lista com todos os indicados ao Oscar 2019 em 22 de janeiro e a cerimônia de premiação será realizada dia 24 de fevereiro, em Los Angeles (EUA).

Qual filme ganhou o Oscar 2018? Conheça os vencedores aqui!

Após um 2017 movimentado por grandes estreias, os cinéfilos de plantão estavam apenas no aguardo da grande noite do ano: o Oscar. Com um espetáculo repleto de shows (incluindo homenagens já habituais), discursos calorosos e, claro, agradecimentos sem fim, o evento parou o mundo - exceto alguns brasileiros que estavam vendo o BBB - que observa as estrelas comentando sobre suas atuações.

Como de praxe, a cerimônia foi realizada no Dolby Theatre, em Los Angeles, e transmitida em diversas emissoras ao redor do mundo neste domingo (04). Novamente, a apresentação ficou por conta do humorista Jimmy Kimmel, que apresentou as celebridades responsáveis pela entrega das estatuetas e aproveitou cada deixa para fazer suas piadas.

A surpresa da noite foi o filme "A Forma da Água", que levou os prêmios de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Design de Produção e Melhor Trilha Sonora. Outros filmes como "Três Anúncios Para um Crime" e "O Destino de Uma Nação" também apareceram com algumas estatuetas, mas certamente "Dunkirk" e "Blade Runner 2049" foram as surpresas nas categorias técnicas.

Confira os indicados e vencedores do Oscars 2018 na lista abaixo!

Melhor Filme

Vencedor Melhor Filme - Oscar 2018:

A Forma da Água

aformadaagua melhorfilme2018 c7772

Indicados Melhor Filme - Oscar 2018:

Melhor Direção

Vencedor Melhor Direção - Oscar 2018:

Guillermo del Toro - A Forma da Água

guillermodeltoro aformadaagua melhordiretor 53cfb

Indicados Melhor Direção - Oscar 2018:

Melhor Atriz

Vencedora Melhor Atriz - Oscar 2018:

Frances McDormand - Três Anúncios Para um Crime

francesmcdormand melhoratriz a75d5

Indicadas Melhor Atriz - Oscar 2018:

Melhor Ator

Vencedor Melhor Ator - Oscar 2018:

Gary Oldman - O Destino de Uma Nação

garyoldman melhorator 1eae2

Indicados Melhor Ator - Oscar 2018:

Melhor Ator Coadjuvante

Vencedor Melhor Ator Coadjuvante - Oscar 2018:

 Sam Rockwell - Três Anúncios Para um Crime

samrockwell atorcoadjuvante befe0

Indicados Melhor Ator Coadjuvante - Oscar 2018:

Melhor Atriz Coadjuvante

Vencedora Melhor Atriz Coadjuvante - Oscar 2018:

Allison Janney - Eu, Tonya

allisonjanney atrizcoadjuvante 85582

Indicadas Melhor Atriz Coadjuvante - Oscar 2018:

Melhor Roteiro Original

Vencedor Melhor Roteiro Original - Oscar 2018:

Jordan Peele - Corra!

jordanpeele roteirooriginal 6feb9

Indicados Melhor Roteiro Original - Oscar 2018:

Melhor Roteiro Adaptado

Vencedor Melhor Roteiro Adaptado - Oscar 2018:

James Ivory - Me Chame Pelo Seu Nome

mechamepeloseunome roteiroadaptado 48d3c

Indicados Melhor Roteiro Adaptado - Oscar 2018:

Melhor Animação

Vencedor Melhor Animação - Oscar 2018:

Viva - a Vida é uma Festa

viva animacao a0ece

Indicados Melhor Animação - Oscar 2018:

Melhor Documentário em Curta-Metragem

Vencedor Melhor Documentário Curta-Metragem - Oscar 2018:

Heaven is a Traffic Jam on the 405

heavenisatraffic documentariocurta f5caa

Indicados Melhor Documentário Curta-Metragem - Oscar 2018:

  • Edith+Eddie
  • Heaven is a Traffic Jam on the 405
  • Heroin(e)
  • Kayayo: The Living Shopping Baskets
  • Knife Skills
  • Traffic Stop

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Vencedor Melhor Documentário Longa-Metragem - Oscar 2018:

Icarus

icarus documentario f508f

Indicados Melhor Documentário Longa-Metragem - Oscar 2018:

Melhor Filme Estrangeiro

Vencedor Melhor Filme Estrangeiro - Oscar 2018:

Uma Mulher Fantástica (Chile)

umamulherfantastica filmeestrangeiro 24b86

Indicados Melhor Filme Estrangeiro

Melhor Curta-Metragem

Vencedor Melhor Curta-Metragem - Oscar 2018:

The Silent Child

thesilentchild curtametragem f74de

Indicados Melhor Curta-Metragem - Oscar 2018:

  • DeKalb Elementary
  • The Eleven O’Clock
  • My Nephew Emmett
  • The Silent Child
  • Watu Wote/All of Us

Melhor Curta em Animação

Vencedor Melhor Curta em Animação - Oscar 2018:

Dear Basketball - Glen Keane e Kobe Bryant

dearbasketball curtaanimacao 2631a

Indicados Melhor Curta em Animação - Oscar 2018:

  • Dear Basketball
  • Garden Party
  • Lou
  • Negative Space
  • Revolting Rhymes

Melhor Canção Original

Vencedor Melhor Canção Original - Oscar 2018:

"Remember Me" - Viva: a Vida é uma Festa

Indicados Melhor Canção Original - Oscar 2018:

Melhor Fotografia

Vencedor Melhor Fotografia - Oscar 2018:

Roger Deakins - Blade Runner 2049

rogerdeakins bladerunner2049 fotografia 97c18

Indicados Melhor Fotografia - Oscar 2018:

Melhor Figurino

Vencedor Melhor Figurino - Oscar 2018:

Mark Bridges - Trama Fantasma

markbridges figurino 33e9f

Indicados Melhor Figurino - Oscar 2018:

Melhor Maquiagem e Cabelo

Vencedor Melhor Maquiagem e Cabelo - Oscar 2018:

Katsuhiro Tsuji - O Destino de Uma Nação

katsuhirotsuji maquiagemcabelo 47846

Indicados Melhor Maquiagem e Cabelo - Oscar 2018:

Melhor Mixagem de Som

Vencedor Melhor Mixagem de Som - Oscar 2018:

Gregg Landaker, Gary A. Rizzo e Mark Weingarten - Dunkirk

dunkirk mixagemdesom 8af1a

Indicados Melhor Mixagem de Som - Oscar 2018:

Melhor Edição de Som

Vencedor Melhor Edição de Som - Oscar 2018:

Richard King and Alex Gibson - Dunkirk

richardking edicaodesom 2a5ab

Indicados Melhor Edição de Som - Oscar 2018:

Melhores Efeitos Visuais

Vencedor Melhores Efeitos Visuais - Oscar 2018:

John Nelson, Gerd Nefzer, Paul Lambert e Richard R. Hoover - Blade Runner 2049

bladerunner2049 efeitosvisuais ca499

Indicados Melhores Efeitos Visuais - Oscar 2018:

Melhor Design de Produção

Vencedor Melhor Design de Produção - Oscar 2018:

Paul Denham Austerberry, Shane Vieau e Jeffrey A. Melvin - A Forma da Água

formadagua designdeproducao f8bae

Indicados Melhor Design de Produção - Oscar 2018:

Melhor Montagem

Vencedor Melhor Montagem - Oscar 2018:

Lee Smith - Dunkirk

dunkirk montagem 9f99d

Indicados Melhor Montagem - Oscar 2018:

Melhor Trilha Sonora

Vencedor Melhor Trilha Sonora - Oscar 2018:

Alexandre Desplat - A Forma da Água

Indicados Melhor Trilha Sonora - Oscar 2018:

m cafe 5407e

O que você achou dos resultados da 90ª edição do Oscars? Teve alguma surpresa ou acertou nas suas apostas? Conta pra gente nos comentários!

Rede de cinemas UCI fará maratona com indicados ao Oscar 2018

A rede de cinema UCI (United Cinemas International) fará maratonas com filmes indicados na principal catedoria do Oscar 2018. As sessões do UCI Day Oscar acontecem nos dias 1º e 2 de março e os espectadores poderão conferir os filmes Corra!, Três Anúncios para um Crime, O Destino de uma Nação, Me Chame pelo seu Nome, Eu, Tonya, Lady Bird – A Hora de Voar, Dunkirk, A Forma da Água, The Post – Guerra Secreta e Trama Fantasma.

Os ingressos, que tem preço promocional de R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia), já estão a venda e podem ser adquiridos na internet, em aplicativos de celular e nas máquinas de autoatendimento disponíveis no hall dos cinemas. Vale destacar que os filmes serão exibidos em sequencia, no formato "maratona" em salas especiais. Mais informações sobre a programação no site oficial da Rede UCI.

A Forma da Água recebe mais dois prêmios e segue forte para os Oscars 2018

A Forma da Água, dirigido e produzido por Guillermo del Toro, ganha ainda mais força na corrida dos Oscars 2018. Com 13 indicações, o filme do diretor mexicano segue faturando premios na Award Season. Dessa vez foi o Sindicato de Produtores de Hollywood e o Sindicato de Diretores que agraciaram a produção com o prêmio de melhor filme e melhor diretor.

A festa do Producers Guild Awards (PGA) 2018 — prêmio do sindicato dos produtores — aconteceu dia 20 de janeiro e também elegeu Viva: A Vida é Uma Festa como a melhor animmação do ano. Esta foi a 29ª Edição do PGA e vale destacar que nos últimos dez anos, oito vezes o vencedor na categoria de Melhor Filme no PGA também ganhou como melhor longa-metragem no Prêmio da Academia.

The 29th Annual Producers Guild of America Awards

Melhor Filme

m cafe 5407e​A Forma da Água

Melhor Animação

m cafe 5407e Viva: A Vida é Uma Festa

Melhor Documentário

m cafe 5407eJane

  • Joshua: Teenager Vs. Superpower
  • Earth: One Amazing Day
  • Cidade de Fantasmas
  • Chasing Coral
  • ​The Newspaperman: The Life and Times of Ben Bradlee

The 70th Annual Directors Guild of America Awards

Na reta final da Award Season, Guillermo del Toro e sua obra mais recente, A Forma da Água, também foram agraciados na 70º Directors Guild of America (DGA), o sindicato dos diretores de cinema e televisão. Além de consolidar del Toro como favorito aos Oscars de Melhor Diretor e Melhor Filme, o DGA 2018 também escolheu Jordan Peele como melhor diretor de cinema estreante com o filme Corra!

Melhor Direção

m cafe 5407eGuillermo del Toro - A Forma da Água

Melhor Diretor Estreante

m cafe 5407eJordan Peele - Corra!

Melhor Direção em  Documentário

m cafe 5407eMatthew Heineman - Cidade de Fantasmas

  • Ken Burns, Lynn Novick - The Vietnam War
  • Bryan Fogel - Icarus
  • Steve JamesAbacus: Pequeno o Bastante para Condenar
  • Errol Morris - Wormwood

Com 8 indicações ao Oscar, Dunkirk volta aos cinemas brasileiros

Dunkirk, filme de guerra dirigido por Christopher Nolan, recebeu oito indicações ao Oscar 2018. Para comemorar, a Warner Bros. Pictures expandiu o circuito de exibição do filme nos cinemas brasileiros. A película fica em cartaz de 1° a 7 de fevereiro, com salas no Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre, Belo Horizonte, Curitiba, Campinas e Londrina, além de São Paulo, onde já estava em exibição desde a última semana.

Entre as indicações da última obra de Nolan estão as categorias de Melhor Filme e Melhor Direção. Dunkirk já ultrapassou os R$ 14,5 milhões de reais em arrecadação, com um público de mais de 792 mil pessoas em 2017. Além do talento de Nolan, o filme também conta com nomes de peso como Kenneth Branagh, Cillian Murphy e Tom Hardy, bem como do novato Harry Styles, ex-integrante do grupo One Direction. Outro destaque é a trilha sonora angustiante de Hans Zimmer, que dita o ritmo do filme.

Se você ainda não viu o filme, essa é uma ótima oportunidade para conferir a história real de soldados britânicos e aliados cercados por forças inimigas durante a Segunda Guerra Mundial. Encurralados na praia, com o mar em suas costas, eles enfrentam uma situação impossível à medida que o inimigo se aproxima. Vale lembrar que Christopher Nolan utilizou uma combinação de tecnologia IMAX e filme 65mm para conseguir capturar todo o drama dos mais de 300 mil soldados aliados que foram evacuados da praia.

Leia a crítica do filme Dunkirk

"Bingo - O Rei das Manhãs" é indicado do Brasil para disputar o Oscar 2018

"Bingo - O Rei das Manhãs", de Daniel Rezende, será o indicado do Brasil para concorrer ao Oscar como o Melhor Filme em Língua Estrangeira, da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, cujo evento ocorrerá em 4 de março de 2018. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (15), pela Academia Brasileira de Cinema (ABC).

A escolha foi feita por uma comissão nomeada pela Academia e formada pelo diretor vice-presidente da entidade, Jorge Peregrino, e por mais seis membros: André Carreira, Iafa Britz, David Schurmann, Doc Comparato, João Daniel Tikhomiroff e Miguel Faria Júnior. O Ministério da Cultura, por meio da Secretaria do Audiovisual (SAV), fez o acompanhamento.  

O filme foi escolhido para disputar o Oscar entre 22 candidatos. Também estavam inscritos "A Família Dionti", de Alan Minas, "A Glória e a Graça", de Flávio Ramos Tambellini, "Café – Um dedo de prosa", de Maurício Squarisi, "Cidades Fantasmas", de Tyrell Spencer, "Como Nossos Pais", de Laís Bodanzky, "Corpo Elétrico", de Marcelo Caetano, "Divinas Divas", de Leandra Leal, "Elis", de Hugo Prata, "Era o Hotel Cambridge", de Eliane Caffé, "Fala Comigo", de Felipe Sholl.

bingooreidasmanhas 47db6

Também concorreram, "Gabriel e a Montanha", de Fellipe Barbosa, "História Antes da História", de Wilson Lazaretti, "Joaquim", de Marcelo Gomes, "João, o Maestro", de Mauro Lima, "La Vingança", de Fernando Fraiha e Jiddu Pinheiro, "Malasartes e o Duelo com a Morte", de Paulo Morelli, "O Filme da Minha Vida", de Selton Mello, "Polícia Federal - A lei é para todos", de Marcelo Antunez, "Por trás do céu", de Caio Sóh, "Quem é Primavera das Neves", de Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado, "Real – O plano por trás da história", de Rodrigo Bittencourt, "Vazante", de Daniela Thomas.

Bozo na telona

O longa-metragem conta a história de Augusto, vivido por Vladimir Brichta, que interpreta Bingo, palhaço e apresentador de um programa infantil de TV que faz enorme sucesso. Frustrado por não ser reconhecido pelo público, o ator passa a se envolver com drogas nos bastidores da produção.

O filme é a cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa homônimo dos anos 1980. Recentemente, "Bingo" também foi o escolhido para ser o representante brasileiro a disputar uma vaga na categoria de Melhor Filme Ibero-Americano no Prêmio Goya, que acontecerá em fevereiro de 2018. O filme contou com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

A gente já viu e você pode conferir nossa crítica aqui!