log in
 

Crítica do filme O Contador

Matemática e muitos tiros certeiros

por
Thiago Moura

20 de Outubro de 2016
Fonte da imagem: Divulgação/Warner Bros. Pictures
amazonprimevideo
Mudar tema Padrão Noturno
Barra lateral X Desativar
Mudar fonte A+ A A-

Filmes de ação parecem atrair e manter seu público simplesmente por algumas cenas explosivas, corridas e tiros para todo lado. Alguns diretores buscam acrescentar uma história dentro dessa fórmula que apesar de batida, ainda possui espaço no cronograma anual das grandes produtoras, e principalmente no coração dos fãs.

Em “O Contador”, do diretor Gavin O’Connor, Ben Affleck interpreta Christian Wolff, um autista que tem problemas para entender o que as outras pessoas estão pensando, não sabe se relacionar direito por não entender as nuances sociais e é profundamente imerso em tarefas, sobretudo matemáticas, e entra em pânico quando é incapaz de terminá-las.

Essa combinação peculiar fizeram dele um excelente contador, trabalhando como freelancer para diversas organizações ao redor do mundo, incluindo alguns clientes envolvidos com tráfico e terrorismo. Mas apesar de suas capacidades extraordinárias, ele possui um transtorno obsessivo compulsivo que o obriga a manter absolutamente tudo ao seu redor de uma forma organizada.

Quando criança, Christian e seu irmão foram abandonados pela mãe, sendo então criados por seu pai, um militar que temia que seus filhos não fossem capazes de aguentar o mundo cruel. Para fortalecer as crianças, ele os deixa em um regime intensivo de treinamento de artes marciais com os mais conceituados mestres, transformando-os em verdadeiras máquinas de matar. Lembra um pouco uma história de origem de super herói, não?

Muitas contas e tiros na cabeça

Christian é contratado para analisar as finanças de uma empresa e descobrir um rombo milionário, onde conhece a contadora Dana (Anna Kendrick). Após entender em pouquíssimo tempo o problema, eles acabam se tornando alvos de um grupo de assassinos de aluguel.

Mesmo sem saber como demonstrar seus sentimentos, Wolff busca proteger Dana a todo custo, além de encontrar os responsáveis pelo dinheiro desviado. Em paralelo, dois agentes do tesouro nacional, Raymond King (J.K. Simmons), e a agente Medina (Cynthia Addai-Robinson), procuram descobrir quem é esse tal contador.

la et the accountant trailer 20161003 31121

Todo o filme é focado no Contador, buscando mostrar sua relação com o mundo, seu psicológico e suas escolhas. Basta dizer que Affleck está perfeito no papel, ou talvez apenas esteja se destacando como um ótimo ator. Christian Wolff  é um personagem que não sabe demonstrar muitas emoções, mas que é capaz de fazer contas matemáticas complexas de cabeça, e ocasionalmente mata qualquer pessoa com apenas um tiro certeiro sem nem piscar. O charme está exatamente nessa quase ausência de moral, pois as regras sociais não se aplicam aos seus atos, ele age segundo regras próprias, e tanto Affleck quanto o roteirista Bill Dubuque souberam criar algo bem interessante.

O filme recorre diversas vezes a flashbacks da infância de Wolff, o que acaba ficando um pouco maçante e quebrando o ritmo. Mas esse tempo é proposital, contribuindo bastante para a identificação com o protagonista. Então não espere ação desenfreada do começo ao fim, ainda que as cenas de ação compensem e sejam magistralmente executadas.

accountant1 ba6f0

Infelizmente, Anna Kendrick serve o papel clichê de dama indefesa, não convence muito como contadora, mas é uma pessoa adorável e contribui com doses de humanidade e emoção necessárias para compensar o distanciamento emocional de Wolff.

O final de “O Contador” é anticlimático e previsível, incapaz de fechar todos os arcos abertos na trama, mas no geral o filme possui ótimas cenas de ação e um “epílogo” que busca conscientizar sobre síndromes como a do personagem. Porém, acaba ficando superficial, já que o personagem é praticamente um super herói. Ainda assim, é bastante válida a escolha e construção do tema, e uma ótima adição aos filmes de ação.

Fonte das imagens: Divulgação/Warner Bros. Pictures

O Contador

Calcule suas decisões!

Diretor: Gavin O'Connor
Duração: 128 min
Estreia: 20 / Out / 2016

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Thiago Moura

Curto as parada massa.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.