log in
 

Crítica do filme Um Santo Vizinho

Bill Murray é Bill Murray

Douglas Ciriaco

por
Douglas Ciriaco

Sexta, 06 de Fevereiro de 2015
Fonte da imagem: Divulgação/
PG 728x90px 01924
Mudar tema Padrão Noturno
Barra lateral X Desativar
Mudar fonte A+ A A-

Bill Murray é um daqueles caras que podem não arrastar multidões aos cinemas, mas que se mantém bem conceituado em meio aos fãs de cinema de modo geral. Ele está ficando velho e o estilo de seus personagens vão ganhando novas possibilidades, como é o caso em “Um Santo Vizinho”.

No filme, Murray interpreta Vincent, um velho rabugento e, à uma primeira olhada, trambiqueiro, aparentemente envolvido com coisas duvidosas e disposto a quase tudo para melhorar um pouco a sua situação. A vida de Vincent começa a mudar quando Maggie (Melissa McCarthy) e seu filho, Oliver (Jaeden Lieberher) se mudam para a casa ao lado. A má impressão do começo vai se desfazendo e desvelando uma relação marcante entre eles.

Nesse ponto, o roteiro de Theodore Melfi (“Amor Por Acaso”), que também dirige a película, começa a se tornar um tanto previsível, pois já é possível deduzir mais ou menos qual será o destino da trama. De qualquer maneira, entre o ponto de partida e o final há um recheio, e aí Melfi acerta, criando algumas surpresas e fazendo os fatos revelarem um caminho bem diferente do suposto inicialmente entre o começo e o fim de “Um Santo Vizinho”

Um Santo Vizinho

Água com açúcar que emociona

Uma mãe divorciada começando uma nova vida ao lado do filho, um vizinho que, apesar de malandro, “é velho demais para ser ruim”, como repara o pequeno Oliver, e uma criança necessitando de uma figura paterna: esses três elementos já ajudam a deduzir como vão ser as coisas por aqui, mas isso também não é um problema.

“Um Santo Vizinho” não é a comédia mais inteligente que você já viu, mas nem por isso deixa de servir como um ótimo passatempo, capaz inclusive de arrancar algumas lágrimas dos espectadores mais emotivos. A evolução das coisas na película tem um quê de surpreendente e o filme no geral funciona. Sem dúvida, vale a pena conferir.

Fonte das imagens: Divulgação/

Um Santo Vizinho

Confira o trailer deste filme dirigido por Theodore Melfi

Diretor: Theodore Melfi

Duração: 102 min

Estreia: 5 / Fev / 2015

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Douglas Ciriaco

Cê tá pensando que eu sou lóki, bicho?

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.