log in
amazonprimevideo

Três Verões chega em cinemas drive-in nesta semana e depois vai ao streaming

A pandemia do coronavírus parece longe do fim, o que impossibilita a retomada das programações dos cinemas tradicionais. Assim, algumas produtoras e distribuidoras estão alterando seus planos para os meios possíveis de divulgação dos filmes que estavam previstos para estrear ao longo de 2020.

E se a situação já é complicada para os grandes blockbusters, certamente é mais difícil para títulos que costumeiramente eram focados em circuitos mais restritos. É o caso do filme "Três Verões", dirigido por Sandra Kogut e estrelado por Regina Casé. Por outro lado, algumas produtoras menores não têm a mesma pretensão de lucro que as gigantes de Hollywood, o que pode facilitar as coisas.

Assim, a boa notícia é que a Vitrine Filmes fechou um acordo para transmitir "Três Verões" nos cinemas, mais especificamente nos drive-ins, já que é a única alternativa no momento para o público que quer ver os filmes na telona. O longa-metragem já tem sessões programadas pelo Brasil, nas cidades de: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Fortaleza, Maceió, Nova Lima e Pinhais. Outras cidades ainda serão confirmadas em breve.

filmetresveroes cinema drivein 4597f

Além disso, para quem não tem automóvel ou pretende economizar, a distribuidora anunciou que levará o filme para o streaming a partir do dia 16 de setembro, mas ainda não foi divulgado quais plataformas vão receber a obra. Por fim, ainda há a alternativa de conferir a produção no no Telecine, que também vai estrear o filme na mesma data.

Veja lista de drive-ins que exibem "Três Verões":

São Paulo/SP

  • 4 de setembro – Petra Belas Artes Drive-In – Horário: 23h00
  • 5 de setembro – Petra Belas Artes Drive-In – Horário: 18h00
  • 6 de setembro – Sesc Pq Dom Pedro II Drive-In – Horário: TBC
  • Dias e horários a confirmar - Cinesystem Morumbi

Rio de Janeiro/RJ

  • 5 de setembro – Drive-In Lagoa – Horário 19h00
  • 16 de setembro – Open Air Drive Air – Horário: TBC
  • Dias e horários a confirmar - Cinesystem Uptown Barra

Curitiba/PR

  • 7 de setembro – Drive-In Curitiba (Planeta Brasil) – Horário: 19h00

Fortaleza/CE

  • 3 de setembro – Drive-in Imprensa – Horário: 21h00
  • 9 de setembro – Drive-in Imprensa – Horário: 21h00
  • 15 de setembro – Drive-in Imprensa – Horário: 19h00
  • 29 de setembro – Drive-in Imprensa – Horário: 21h10

Maceió/AL

  • 3 de setembro – Cineart Pajuçara Drive-In – Horário: TBC
  • 4 de setembro – Cineart Pajuçara Drive-In – Horário: TBC
  • 5 de setembro – Cineart Pajuçara Drive-In – Horário: TBC
  • 6 de setembro– Cineart Pajuçara Drive-In – Horário: TBC
  • 8 de setembro – Cineart Pajuçara Drive-In – Horário: TBC
  • 9 de setembro – Cineart Pajuçara Drive-In – Horário: TBC

Nova Lima/MG

  • 1 de setembro – 18h40 – Cineart Drive-In Alphaville *pré-estreia

Pinhais/PR

  • 11 de setembro – Drive-in Pinhais (Planeta Brasil Pinhais) – Horário: 20h00

Sinopse do filme Três Verões

A cada verão, entre Natal e Ano Novo, o casal Edgar e Marta recebe amigos e família na sua mansão espetacular à beira mar. Em 2015 tudo parece ir bem, mas em 2016 a mesma festa é cancelada. O que acontece com aqueles que gravitam em torno dos ricos e poderosos quando a vida deles desmorona? Através do olhar de uma empregada e de um velho patriarca, ambos vítimas do sonho neoliberal, vemos um retrato do Brasil contemporâneo, imediatamente antes de 2018.

“Pulsão” mostra impacto das redes sociais na política - Estreia grátis em 04/09

Não é novidade alguma que o Brasil está uma verdadeira bagunça nos últimos anos, principalmente em questão política. Isso claramente se reflete em extremismos tanto por parte do povo quanto por parte dos candidatos e representantes governamentais. Momentos extremos são bem complicados, o que naturalmente gera estudos, pesquisas e reflexões das mais variadas formas.

Uma das mídias mais recorrentes para ampliação do debate são os longa-metragens, principalmente os documentários que têm o poder do audiovisual apoiado em documentos reais e até mesmo conteúdos midiáticos de outras plataformas. Assim, com base nesse cenário do Brasil atual, na sexta-feira, 4 de setembro, acontecerá o lançamento virtual do documentário Pulsão.

Dirigido por Di Florentino e com pesquisa e roteiro de Sabrina Demozzi, o documentário faz um mergulho no uso crescente das redes sociais para ativismo político, e a influência que estas mídias tiveram nos grandes acontecimentos políticos dos últimos anos, começando nas manifestações de 2013, passando pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff e culminando na eleição de Jair Bolsonaro.

Veja o trailer do documentário Pulsão:

Em produção desde 2016, o Pulsão passou por diversas transformações. A ideia inicial era que o filme fosse um simples registro do Circo da Democracia, evento que reuniu em Curitiba diversas figuras políticas e acadêmicas para debater a conjuntura política da época. De lá para cá, muita coisa mudou, e o Pulsão também: “como o material é muito importante historicamente, a gente queria transformá-lo em um longa-documental”, contou o diretor de Di Florentino.

“Em conversas com os envolvidos na concepção da obra e uma vontade de tratar de temas que estavam aflorando na época, como é o caso dos efeitos da desinformação nas redes sociais e do uso dos algoritmos para disseminar o ódio, surgiu o Pulsão”.

Realizado sob o selo da Trópico, produtora audiovisual fundada por Florentino, Pulsão não foi o primeiro trabalho do diretor a examinar a esfera política brasileira. A Trópico produziu uma websérie documental chamada #manifesto - política de pessoa para pessoa, que acompanhou as manifestações contra e a favor da saída de Dilma Rousseff da presidência da República.

Outros projetos realizados foram o #nosmanteremosfirmes, curta-metragem sobre a Primavera Secundarista com a participação da atriz Letícia Sabatella, e o documentário Acima da Lei, premiado no Olhar de Cinema e que tratou do primeiro encontro entre o ex-presidente Lula com o então juiz da Lava-Jato, Sérgio Moro.

Por conta da pandemia de Covid-19, Pulsão terá seu lançamento online no dia 4 de setembro, às 19h. O filme ficará disponível gratuitamente por tempo indeterminado. É possível se inscrever no site do filme para ser informado do lançamento.

"Scooby! O Filme" não vai ao cinema e chega direto no streaming por até R$ 69,90

Era só uma questão de tempo até vermos as produtoras e distribuidoras mudarem a estratégia de lançamento de seus filmes que, antes da pandemia do coronavírus, estavam programados para chegar aos cinemas.

Por ora, nem todas aderiram a estratégia, mas, esta semana, a Warner optou por lançar "Scooby! O Filme" nas plataformas de streaming — só não ficou claro se esta é uma exceção ou se deve ser uma moda daqui para frente com os demais títulos que estão aguardando a volta dos cinemas.

Agora, o que fica claro é que a Warner (e não é de se duvidar de outras gigantes do segmento) não pretende diminuir seus lucros, mesmo em épocas complicadas. Ao menos é o que se pode ver pelo valor de aluguel e compra de "Scooby! O Filme". A animação que conta a história de origem do Scooby Doo tem preço fixado em R$ 49,90 para locação e R$ 69,90 para comprao valor é o mesmo na iTunes Store e na Google Play Filmes.

scoobyofilme naitunesstore comprecoalto ce0bf

As reclamações já estão aparecendo nos comentários da Google Play e também no Twitter, sendo referentes quanto ao valor cobrado para ambas as modalidades de disponibilidade do filme. As alegações dos consumidores são de que os valores são muito superiores aos que as pessoas pagariam pela entrada convencional nos cinemas, ainda mais considerando que muitas pessoas pagam meia entrada.

Contudo, a estratégia da Warner parece ser para contornar os prejuízos decorrentes de que um único aluguel em casa pode garantir que diversas pessoas assistam ao filme — enquanto nos cinemas, o valor de múltiplas entradas provavelmente poderia superar esse valor. Já o valor de compra garante acesso vitalício para o consumidor, então seria como poder ver a animação no cinema numa semana e rever alguns dias depois.

Veja o trailer dublado de "Scooby! O Filme":

É claro que o valor vai totalmente na contramão de ofertas de streaming, que via de regra varia de R$ 14,90 a quase 20 reais para lançamentos — mas considerando filmes que estrearam previamente nos cinemas. De qualquer forma, algumas pessoas estão adquirindo suas cópias de "Scooby! O Filme" e comentando que preferem a compra, pois há um gasto extra que garante os reprises infinitos.

O que você achou desses valores? Será que essa moda pega?

Olhar de Cinema | Festival ganha edição online durante a pandemia

A situação da pandemia no Brasil não parece ter uma melhora tão breve, o que tem impactado em inúmeros segmentos. O cinema é um dos principais afetados, de modo que cada vez mais vemos soluções online para a realização dos festivais. O mais novo evento que recebe uma edição via streaming é o Festival Olhar de Cinema, que tem sua programação dividida em duas plataformas.

Ao todo, o Festival Internacional de Curitiba preparou 17 filmes, os quais são exibidos online tanto pelo site do Olhar de Cinema quanto pela plataforma de streaming MUBI. Vale notar, contudo, que não estamos falando de títulos inéditos. Os filmes selecionados fizeram parte das diversas mostras do festival, desde a sua primeira edição em 2012, e entraram nesta lista por serem obras de destaque tanto pela crítica especializada quanto pelo público.

O site do Festival Olhar de Cinema apresenta nove títulos com o aluguel de R$ 5,00 para cada filme. Após alugar um filme, você tem até 72 horas para assistir. Além disso, é importante mencionar que os filmes ficarão disponíveis pelo período de 30 dias. Uma informação relevante quanto à realização desta edição é que todo o valor arrecadado será doado para duas frentes de combate ao COVID-19.

olhardecinema2020online 665fd

Confira a seleção completa dos longa-metragens que estão em cartaz no site do festival:

Além disso, pela plataforma da MUBI também é possível assistir outros 8 títulos (que são diferentes dos que estão no site do Olhar de Cinema). Interessante pontuar que as obras nesta plataforma foram selecionados numa parceria entre a curadoria do festival e a da MUBI Brasil.

Confira a seleção completa dos longa-metragens que estão em cartaz na plataforma MUBI:

  • El mar la mar - de Joshua Bonnetta, J. P. Sniadecki (EUA, 2017)
    *Prêmio Olhar de Melhor Filme
  • Um conte de inverno proletariado - de Julian Radlmaier (Alemanha, 2014)
    *Prêmio de Contribuição Artística
  • A vizinhança do Tigre - de Affonso Uchoa (Brasil, 2014)
    *Prêmio de Melhor Filme pelo Jurí da Crítica
  • Sol Alegria - de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira (Brasil, 2018)
    *Prêmio especial do Júri
  • Espero a tua (re)volta - de Eliza Capai (Brasil, 2019)
    *Prêmio de Melhor longa-metragem brasileiro
  • E agora? Lembra-me - de Joaquim Pinto (Portugal, 2013)
    *Prêmio de Melhor Filme
  • Girimunho - de Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina (Brasil/Espanha, 2011)
    *Prêmio Especial do Júri
  • As Hiper Mulheres - de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takuma Kuikuro (Brasil, 2011)
    *Prêmios:
    Competitiva Olhares Brasil de Longa Metragem - Melhor Filme
    Prêmio da Crítica – Associação Brasileira dos Críticos de Cinema
    Prêmio do Público

olhardecinema2020onlinemubi 795a9

Para assistir aos filmes no MUBI é necessário ter uma assinatura da plataforma, mas para incentivar a cultura, o Festival Olhar de Cinema em parceria com a MUBI estão oferecendo 30 dias grátis! Assim, você pode curtir os filmes do festival e experimentar mais uma opção de streaming. Para começar o seu período de testes, basta clicar aqui.

Cinema Virtual: distribuidoras lançam filmes inéditos em streaming na quarentena

Que saudades de um cineminha, hein?! Mas, o cinema como conhecíamos não é mais um programa possível no atual momento da quarentena estabelecida em inúmeras cidades pelo Brasil em decorrência da pandemia do coronavírus! É claro que os consumidores sentem faltam dessa experiência, ainda mais dos lançamentos que aconteciam todas as semanas, mas como resolver uma situação tão complicada?

Para tentar driblar essa situação, alguns exibidores se uniram para lançar uma plataforma que propicie ao menos o fator novidade semanalmente. A partir de 28 de maio, o site Cinema Virtual começa a receber novos filmes todas as quintas-feiras, de modo que o espectador pode curtir um título exclusivo sem sair de casa e ainda pode escolher sua rede exibidora de preferência, que receberá parte da renda de cada sessão.

Vale notar que, apesar de receber novos filmes toda semana, o Cinema Virtual manterá disponível os títulos mais desejados da semana anterior, escolhidos pelo público. Segundo informação oficial, a plataforma receberá, a cada semana, entre 10 e 15 títulos, todos inéditos no cinema e em plataformas de streaming

cinemavirtual1 a9b1a

Neste dia 28 de maio, o projeto tem a estreia dos seguintes longa-metragens:

Para assistir, você precisa acessar www.cinemavirtual.com.br, escolher o filme, selecionar estado, cidade e rede exibidora de preferência. O ticket só poderá ser comprado depois dessa etapa, garantindo, assim, que todos os exibidores serão remunerados. Cada sessão custa R$ 24,90 e vale por 72 horas. Alguns filmes poderão ter preços promocionais, como o filme “Os Olhos de Cabul”, que estará na plataforma com o valor de R$ 19,90.

Os filmes podem ser assistidos em até três plataformas diferentes, entre celular, Smart TV, computador, tablet. O filme ficará em cartaz por até 15 dias e, depois, terá que cumprir uma janela de até 90 dias para ser oferecido em plataformas digitais.  Participam do projeto, até o momento, os exibidores: PlayArte, Cine Arte Pajuçara, Cine 14 Bis, Paradigma Cine Arte, Cineramabc, Kine Vitória, Cine Company, Cine Topázio Indaiatuba, Mobi Cine.

Fala aí, legal a ideia, né? Então, fique ligado que muitos outros filmes devem aparecer na plataforma nas próximas semanas e com certeza vai ter opções para todos os gostos.

SKY, Claro NET, Oi, Vivo e Globo liberam canais e filmes na quarentena do Corona

A pandemia do Coronavírus vem se intensificando e somente a quarentena parece ser um caminho de conter a propagação da doença. Assim, emissoras e empresas de streaming têm liberado canais gratuitos e conteúdos para que as pessoas tenham maior variedade de notícias (que são de suma importância neste período) filmes, séries e desenhos para todos se informarem e se divertirem sem sair de casa ou sem precisar pagar a mais.

Desde o último domingo, tivemos notícias das operadoras SKY, Claro NET, Oi e Vivo liberando canais para todos os assinantes. O número de canais abertos varia conforme a operadora, mas a Vivo se destaca entregando um total de 103 canais gratuitamente. Ainda não se sabe qual será o prazo total de liberação dos canais, uma vez que não há certeza sobre a duração da pandemia do Covid-19.

Fora isso, empresas de streaming estão disponibilizando alguns conteúdos gratuitos para todo o público, como é o caso da Globo (através de sua plataforma Globoplay), da Spcine Play, da Medeia Filmes, da Sesc TV e da Digital Concert Hall. Importante ressaltar que empresas como a Globo liberaram conteúdos por 30 dias, então é importante observar o período gratuito.

Globoplay libera filmes infantis e conteúdos originais na quarentena

Segundo informação oficial, a Globoplay liberou filmes infantis como "Monstros S.A.", "Mulan" e "Os Incríveis" para a criançanda curtir no Globoplay (através do site e do app). Para os adultos, há opções de filmes como "Thor: O Mundo Sombrio", "Malévola" "Capitão América 2: O Soldado Invernal".

globoplaygratis monstrossa a2bad

Vale mencionar que a plataforma Globoplay já havia liberado outros 30 títulos infantis como "Detetives do Prédio Azul", "Escola de Gênios", "Mya Go", "Bob Zoom", "Valentins" e "Dr. Calça Dimensional". Séries como "Shippados" e todas as temporadas de "Malhação" também estão disponíveis.

SKY libera quase 100 canais durante pandemia do Corona

A SKY, que é a maior operadora de TV paga via satélite do país, anunciou a abertura de sinal, sem custo adicional, de canais de diversos gêneros para seus clientes. Num primeiro momento, a companhia havia liberado 70 canais, mas no decorre da semana, ela liberou mais 23 canais.

Entre os destaques na SKY, temos os canais da CNN, todos os canais da rede Telecine, opções da Globo, conteúdos da FOX, Paramount, Cartoon Network e outras opções listadas abaixo. A SKY destaca que podem ocorrer eventuais e pontuais problemas na prestação de serviço de campo e atendimento, derivados da força de trabalho envolvida. A empresa está monitorando e prioriza o bem-estar de seus colaboradores e parceiros.

Canais com sinal aberto na SKY TV

A&E, AMC, Animal Planet, Arte 1, AXN, Band News, Band Sports, BBC, Bis, Boomerang, Canal Brasil, Cartoon Network, Cinemax, Climatempo, CNN, CNN Brasil, Comedy Central, Discovery, Discovery H&H, Discovery ID, Discovery Science, Discovery World, Discovery Kids, Discovery Theater, Discovery Turbo, Disney Channel, Disney Junior, Disney XD, DOGTV, E!, ESPN, ESPN 2, ESPN Brasil, ESPN Extra, Fashion TV, Fish TV, Food Network, FOX, FOX Life, FX, GloboNews, Gloob, Gloobinho, GNT, Golf, H2, HGTV, History, Lifetime, Mais Globosat, Megapix, MTV, Multishow, Nat Geo Kids, National Geographic, National Geographic Wild, NHK, Nickelodeon, OFF, Paramount, PlayTV, Prime Box Brazil, Sony Channel, Space, SPORTV, SPORTV 2, SPORTV 3, Studio Universal, Sundance, SyFy, TBS, TCM, Telecine Premium, Telecine Action, Telecine Fun, Telecine Touch, Telecine Pipoca, Telecine Cult, TLC, TNT, TNT Series, ToonCast, Tru TV, Universal Channel, Viva, Warner Channel, Woohoo, ZooMoo.

Canais com sinal aberto no SKY Play (aplicativo)

A&E, AXN, Band News, Cartoon Network, Cinemax, CNN Brasil, Comedy Central, Discovery, Discovery H&H, Discovery ID, Discovery Kids, Discovery Turbo, Disney Channel, ESPN, ESPN Brasil, FOX, FOX Life, FX, GloboNews, MTV, National Geographic, Paramount, SONY Channel, Space, TLC, TNT e TNT Series.