log in
 
“Pequeno Segredo” vai representar o Brasil no Oscar 2017

por
Lu Belin

12 de Setembro de 2016
Fonte da imagem: Divulgação/Ministério da Cultura

Com estreia nos cinemas brasileiros para o dia 10 de novembro, o longa-metragem “Pequeno Segredo – Um Amor Maior que a Vida”, dirigido por David Schurmann, vai ser o representante brasileiro na corrida pela vaga de Melhor Filme em Língua Estrangeira no Oscar 2017.

Depois de uma polêmica disputa entre 16 selecionados iniciais, o escolhido foi anunciado hoje pelo Ministério da Cultura. Agora, “Pequeno Segredo” passará pelo processo seletivo da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pela premiação norte-americana, que selecionará os cinco filmes indicados ao Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira. A cerimônia de premiação será em 26 de fevereiro de 2017, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Nas últimas seis edições, os filmes brasileiros selecionados para concorrer à indicação foram: “Que Horas ela Volta?”, de Anna Muylaert (2016); “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, de Daniel Ribeiro (2015); “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho (2014); “O Palhaço”, de Selton Mello (2013); “Tropa de Elite 2: o Inimigo agora é Outro”, de José Padilha (2012); “Lula, o filho do Brasil”, de Fábio Barreto (2011); e “Salve Geral”, de Sérgio Rezende (2010).

pequeno segredo oscar 51171

Para esta edição, “Pequeno Segredo” promete representar o país com sensibilidade. O longa-metragem, que foi produzido em parte no Brasil, em parte na Nova Zelândia, é uma história de ficção, porém livremente baseado na história real de Kat Schurmann, a filha adotiva da família Schurmann, famosos velejadores que já deram a volta ao mundo em seu veleiro.

A história de Kat também foi contada no livro homônimo, de Heloísa Schurmann, e conta a história da adoção da menina e das adaptações passadas pelos demais familiares, além da própria Kat, durante esse processo.

Acesse a ficha e confira o trailer do filme “Pequeno Segredo

Assuntos Oscar

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

Lu Belin

Eu queria ser a Julianne Moore.

Comentários

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.