log in
 
Podcafé 025: Não é brinquedo não! Bonecos que metem medo no escurinho do cinema!
Fonte da imagem: Divulgação/
amazonprimevideo

Era pra ser só um brinquedo inocente, mas a mente altamente criativa dos roteiristas de cinema consegue transformar até mesmo uma boneca simpática em um um vilão de filme de terror - talvez justamente pela expectativa de inocência é que os vilões bonecos são tão assustadores.

"Annabelle 2: A Criação do Mal" entrou recentemente em cartaz e vem levando muita gente aos cinemas para conhecer a origem da boneca nada simpática que foi apresentada no "Annabelle" lançado em 2014. A gente já viu esse último lançamento - você inclusive pode conferir nossa crítica aqui! -, e agora trazemos mais um pocast explosivo pra falar um pouco sobre a trajetória dos bonecos e bonecas que botam medo no escurinho do cinema.

Sempre com muito bom humor, nossa equipe foi buscar as características de outros longas construídos em torno de personagens nada humanos - e muito menos divertidos -, sobre a técnica do Jump Scare e sobre os bonecos que marcaram época. Quem não lembra do rostinho que aterrorisou os anos 90, o Chucky? Ou do som do triciclo nos vídeos de Jogos Mortais? Ou do email pegadinha com a Samara gritando no final?

Então se você curte a mística em torno desses seres possuídos por espírito do mal, dá o play no link abaixo ou baixe para ouvir no seu app preferido!

Lembra de algum outro boneco que esteve nos seus pesadelos depois de ver um filme de terror? Comenta aqui contando pra gente!

m cafe 5407e

Você também pode ouvir (e baixar) o Podcafé pelo nosso App para Android.

Ou então adicione o link do nosso feed RSS em seu app.

    Créditos

  • Com a participação de Fábio Jordão, Carlos Augusto Ferraro, Mike Ale

  • Editado por Mike Ale

  • Texto por

Curtiu esse texto? Então deixe seu comentário e aproveita para compartilhar nas redes sociais!

DICAS DE FILMES SOBRE O TEMA

MAIS PODCAFÉ

COMENTÁRIOS

Este é um espaço para discussão. Você pode concordar, discordar ou agregar informações ao conteúdo, mas lembramos que aqui devem prevalecer o respeito e bom senso. O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Nos reservamos o direito de apagar comentários que não estejam em conformidade com nossos Termos de Uso.